10 sinais que podem indicar que você já tem hipertensão e não sabia

02 Novembro 2019

A hipertensão é uma doença silenciosa e perigosa e, na maioria das vezes, só é percebida com a medição frequente da pressão arterial. Quando o corpo dá alguns sinais, isso significa

que você já está com o problema.

Leia também: Tomar remédio de hipertensão à noite ajuda o coração, aponta estudo

shutterstock
A hipertensão não tem sintomas: tudo o que você sentir deriva dos danos que a doença causa aos órgãos

Segundo Carolina Nóvoa, enfermeira especialista em cardiologia pela UNIFESP, a hipertensão só manifestará algum sintoma quando estiver em um estágio mais avançado.

Em outras palavras, como lembra o cardiologista especialista em hipertensão Celso Amodeo, o paciente só sentirá os sinais da pressão alta como uma consequência do dano causado ao organismo pela doença.

A única exceção, como lembra Celso, são os aumentos súbitos da pressão arterial. Eles também podem desencadear sintomas semelhantes aos dos quadros avançados de pressão alta e podem, inclusive, progredir para um problema crônico.

Leia também: Doenças cardiovasculares são responsáveis por 80% das mortes de diabéticos

10 sinais de que você já tem hipertensão e não sabe

Mulher sentada na cama com a mão sobre o peito, sentindo dores
shutterstock
Dores no peito, tontura e falta de ar são apenas alguns dos sintomas que a hipertensão causa após danificar os órgãos

E quais seriam estes sinais de que você tem hipertensão ou está passando por um aumento súbito da pressão arterial? Segundo Celso, Carolina e a clínica geral e cirurgiã do aparelho digestivo Maria José Femenias Vieira, se você apresentar algum dos seguintes sintomas, é bom ficar em alerta:

  1. Tontura
  2. Dores de cabeça
  3. Fadiga
  4. Falta de ar
  5. Dores no peito
  6. Zumbido no ouvido
  7. Visão borrada
  8. Dores na cervical
  9. Náusea
  10. Vômito

"Estes sinais são decorrentes do que chamamos de 'comprometimento de órgãos-alvo'.", explica Carolina. Segundo ela, a falta de ar e as dores no peito, por exemplo, surgem devido à hipertrofia ventricular esquerda e à diminuição do fluxo coronariano, podendo evoluir para arritmias, edema agudo de pulmão, insuficiência cardíaca e infarto agudo do miocárdio.

As dores de cabeça, tonturas, zumbidos no ouvido e turvidez da visão, por sua vez, têm relação com a contração fisiológica dos grandes vasos sanguíneos cerebrais, em resposta ao aumento dos valores de pressão arterial e à transudação de líquidos. "Essa resposta pode resultar no acidente vascular encefálico (AVE)", conclui a enfermeira.

E lembre-se de não ignorá-los quando eles aparecerem, já que o diagnóstico precoce é essencial. “Quanto antes o diagnóstico for feito, menores serão as lesões decorrentes do problema”, alerta Carolina.

O que fazer quando passar mal devido à hipertensão

Idoso fazendo consulta com dores no peito
shutterstock
Não deixe para ir ao médico somente quando tiver algum sintoma - medir a pressão arterial periodicamente é essencial

Esteja você lidando com uma crise aguda ou com um problema crônico que já afeta os órgãos-alvo, o melhor que se tem a fazer quando apresentar algum dos sintomas acima é manter a calma e procurar ajuda médica, segundo Celso.

Se tiver como medir a pressão em casa, ele recomenda que você meça-a mais de uma vez, com um pequeno intervalo entre cada uma, para ter tempo para relaxar. Quando chegar no hospital, você será submetido a uma série de exames, como eletrocardiograma e até mesmo avaliações renais.

“O especialista solicitará exames para descobrir a causa da hipertensão, como exames de sangue para avaliar a função renal. Também é preciso afastar a presença de diabetes. Os exames cardiológicos serão solicitados de acordo com a necessidade e a condição clínica do paciente”, observa Maria.

Segundo Celso, também deve ser levado em consideração o estilo de vida do paciente e seu histórico familiar. Os especialistas ainda lembram que deve-se medir a pressão arterial periodicamente, não apenas no caso de crises ou de manifestação dos sintomas.

Leia também: Veja quando você deve se preocupar com a pressão alta

“Além disso, em toda consulta médica, o profissional deveria aferir a pressão dos pacientes, pois muitas vezes eles podem não ter alterações clínicas mas serem portadores desta patologia”, reforça Maria. Portanto, não facilite a vida da hipertensão: quanto mais você se precaver e mais cedo diagnosticar qualquer anomalia, maior será sua qualidade de vida quando começar o tratamento.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 947 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree