Puxados por Brasil e México, números da Covid-19 "explodem" na América Latina

02 Agosto 2020
Fábio Motta/ Agência O Globo
Região passou de 100 mil para 200 mil mortes em menos de 40 dias

Neste sábado (1º), dia em

que o Brasil ultrapassou a marca de 93 mil mortes desde o início da pandemia da Covid-19, a América Latina alcançou um novo recorde: em menos de 40 dias, passou de 100 mil para 200 mil óbitos.

Segundo informações da agência de notícias Reuters e da Universidade Johns Hopkins, o valor foi atingido após a divulgação dos dados das últimas 24h no Peru, que teve 191 mortes e agora soma um total de 19.408.

Porém, os dois principais responsáveis pela situação são Brasil e México. Os mexicanos, inclusive, ultrapassaram o Reino Unido em número de óbitos causados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) nesta última semana e agora somam 47.472, ficando atrás apenas do próprio Brasil e dos EUA no ranking dos países mais atingidos.

Na região, também se destacam os números registrados recentemente por Argentina, Chile, Equador e Colômbia, que também enfrentam aumento nas infecções e mortes por Covid-19. No mundo, a doença já atingiu quase 18 milhões de pessoas e matou mais de 685 mil.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree