-->

Coreia do Norte 'não está mais interessada' em diálogos com os EUA 'que não levam a nada'

18 Novembro 2019

'EUA só querem ganhar tempo', diz representante do regime de Kim Jong-un. Foto de junho de 2018 mostra reunião entre Trump e Kim em Singapura. Evan Vucci/AP Um
representante do regime de Kim Jong-un na Coreia do Norte afirmou nesta segunda-feira (18) que o país "não está mais interessado em diálogos" com os Estados Unidos que "não levam a nada". Em texto publicado na agência estatal KCNA, o conselheiro da chancelaria norte-coreana Kim Kye Gwan afirma que "três rodadas de encontros entre Coreia do Norte e EUA e diálogos têm ocorrido desde junho do ano passado, mas não se chegou a avanço algum". "E os EUA só querem ganhar tempo, fingindo ter avançado na questão da Península Coreana", completou. Relações frias Trump e Kim no lado norte-coreano Susan Walsh/AP As declarações aumentam a incerteza sobre o clima político entre EUA e Coreia do Norte 17 meses depois do primeiro encontro entre Kim e o presidente norte-americano, Donald Trump, em Singapura. Trump e Kim ainda se encontraram em fevereiro, no Vietnã – em reunião que terminou sem acordo –, e em junho, na fronteira entre a Coreia do Sul e Coreia do Norte. Apesar dos encontros, a ditadura norte-coreana voltou a testar foguetes e mísseis no Mar do Japão – em um dos testes, um projétil chegou a cair em águas japonesas. Segundo o consultor de Segurança Nacional da Coreia do Sul, os EUA tentam retomar o diálogo com a Coreia do Norte. Diplomatas norte-coreanos, porém, mostraram-se céticos e disseram que a janela de diálogo vem diminuindo.
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree