-->

Não se resolve a criminalidade abrindo as portas de cadeias, diz Moro

15 Fevereiro 2020
Agência Brasil
Ministro Sergio Moro defendeu diminuição do número de crimes no Brasil

O ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, disse neste sábado (15) "que não se resolve a

criminalidade abrindo as portas das cadeias". O comentário foi feito pelo ministro nas redes sociais ao tratar dos dados penitenciários do Brasil. Segundo informações do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a quantidade de presos no País era de 773 mil, número 4% maior que o de 2018.

"Do atual Ministério da Justiça, você não vai ouvir o surrado discurso de que se prende demais no Brasil. Precisamos, sim, melhorar as prisões e a reabilitação dos presos. Mas não se resolve a criminalidade abrindo as portas das cadeias", escreveu Moro no Twitter.

São 773.151 presos no Brasil. Número absoluto elevado. O número relativo, de 367,91 presos por cem mil habitantes, não é dos maiores em comparação com o mundo. De todo modo, o único meio de diminuir o número de presos é diminuindo o número de crimes, não há outra alternativa.

— Sergio Moro (@SF_Moro) February 15, 2020

Na sequência de publicações, o ministro reconheceu que o número é alto, mas fez uma ponderação com base na taxa de presos por habitantes. "O número relativo, de 367,91 presos por 100 mil habitantes, não é dos maiores em comparação com o mundo", disse.

Leia também: Padrinho de casamento de Carla Zambelli, Moro elogia deputada: "guerreira"

"De todo modo, o único meio de diminuir o número de presos é diminuindo o número de crimes, não há outra alternativa", completou.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree