-->

Ativista do Complexo do Alemão é detido em abordagem policial no Rio; veja vídeo

20 Fevereiro 2020
Raull Santiago / Twitter / Reprodução
Ativista fez transmissão ao vivo

Raull Santiago, ativista do Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, foi detido

após uma abordagem policial, na noite desta quarta-feira, na Avenida Brasil. Além dele, um mototaxista, identificado como Thiago, e o ator e professor de teatro, Ricardo Fernandes, também foram detidos. Nas imagens, militares do Batalhão de Choque (BPChq) são questionados do motivo da abordagem e tomam o celular do rapaz. A filmagem de ações policiais não é crime, de acordo com o Código Penal brasileiro.

Raull, que completou 31 anos nesta quarta-feira (19), saía de uma reunião na ONG Redes da Maré, no Complexo da Maré, também na Zona Norte, e seguia com o grupo para um jantar de aniversário na casa da sua mãe. "Nós estávamos em três motos. Os policiais deram passagem para mim e para a Lana (também ativista do Complexo), mas abordaram a moto do Ricardo, que é negro", relata. "Ficamos observando pois acreditávamos que era uma abordagem padrão. Até o momento, que os PMs começaram a jogar as coisas dos meninos no chão e pediram para eles desbloquearem o celular. Eles não podem fazer isso", completa.

Leia também: Aos gritos, policial intimida professora durante abordagem; veja vídeo

O jovem, então, resolveu fazer uma transmissão ao vivo no Twitter para mostrar o que estava acontecendo na abordagem. "É a minha forma de defesa. O PM viu e já veio alterado. Pediu meu documento e começou a me empurrar. Ele começou a revirar minhas coisas, aquilo já estava errado. Até o momento, que ele tomou meu celular. Isso tudo ficou registrado no vídeo", afirma. Segundo Raull, o argumento do policial para detê-lo foi "desobediência e resistência". O ativista foi levado dentro de uma viatura para a 21ª DP (Bonsucesso), onde aguarda junto a Thiago e Ricardo serem ouvidos pelo delegado.

Veja o vídeo:

SOS, POLICIAIS DO CHOQUE ALTAMENTAMENTE VIOLENTOS NOS PARARAM NO MEIO DA AV BRASIL. ESTÃO SUFOCANDO O TIAGUINHO E RICARDO, APONTARAM FUZIL PARA NÓS MANDARAM ESPERAR A FRENTE E TÃO LÁ SUFOCANDO OS MLK https://t.co/P02Dcz6sNO

— Santiago, Raull. (@raullsantiago) February 19, 2020


Eliana Sousa e Luna Arouca, ONG Redes da Maré, e um defensor público acompanham o caso.

Procuradas, a Polícia Militar e a Polícia Civil não haviam comentado sobre a abordagem até esta publicação.



Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree