-->

“Na ditadura tinham mais respeito pela Constituição do que agora", diz Lula

22 Fevereiro 2020
Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que "no tempo

do regime militar, eles tinham mais respeito pela Constituição. Tratavam da ordem democrática com um pouco mais de sensibilidade”. A fala de Lula ocorreu enquanto criticava o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, em uma entrevista divulgada neste sábado (22) pela coluna de Jamil Chade, do UOL.

Leia também: Se as eleições de 2022 fossem hoje, Bolsonaro e Lula iriam para 2º turno

“Com todos os erros da tortura, mas não era a grosseria, o fanatismo que temos agora. Isso me deixa preocupado", afirmou Lula. O período citado por lula, a ditadura militar que ocorreu entre 1964 e 1985, fechou o Congresso Nacional, cassou mandatos, extinguiu partidos e o habeas corpus e proibiu a livre circulação de pessoas, direitos que eram defendidos na Constituição até então.

Lula criticava Augusto Heleno após o ministro ter afirmado que o governo Executivo não deveria aceitar "chantagens" do Congresso e que o presidente Jair Bolsonaro deveria incentivar a população a ir para as ruas contra o Legislativo. "Eu não sei como ele (Heleno) foi aprovado para general com esse comportamento”, afirmou o petista.

Leia também: "Daqui a pouco vão dizer que sou filho do DiCaprio", diz Lula sobre Bolsonaro

"Se você pega o discurso do general Augusto Heleno, propondo uma desobediência ao Congresso Nacional, o Congresso tem obrigação de chamar para se explicar se ele estava propondo ao Bolsonaro um golpe para fechar o Congresso Nacional", afirmou Lula.



Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree