-->

Com 99 milhões de anos, barata se torna inseto mais antigo do período cretáceo

24 Fevereiro 2020

Recentemente foi encontrado o fossil de uma barata em vale Hukawng, em Mianmar. Segundo o jornal oficial da Associação Internacional de Pesquisa Gondwana, acredita-se que o inseto, que viveu há 99

milhões de anos — no período Cretáceo —, seja a única criatura conhecida como sobrevivente da era dos dinossauros dentro da vida em cavernas.

Leia também: Mergulhador quase perde a cabeça depois de ataque de tubarão; assista

Divulgação
Fóssil da barata


Leia também: Tubarão pré-histórico ataca submarino nas Bahamas, assista

De porte pequeno e asas impróprias para voo, a barata pertence a família Nocticolidae. Após análises da associação, o inseto descoberto foi classificado como o mais antigo já encontrado dentro de uma caverna. Até então, as espécimes mais velhas já achadas eram da era Cenozóica —que são datados a partir de 65 milhões de anos

Leia também: Proprietária acha cobra e brinquedos sexuais em imóvel após expulsar invasores

Com base na descoberta da barata, a equipe busca mais informações sobre o motivo de extinção da vida em cavernas nessa época.


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree