-->

Matemática negra que ajudou Apollo 11 a pousar na Lua morre aos 101 anos

24 Fevereiro 2020
Reprodução/Nasa
Johnson era de grupo chamado "Computer Pool", que reuniu matemáticas negras da Nasa

Morreu nesta segunda-feira (24) a matemática negra Katherine Johnson, integrante da equipe da Nasa que elaborou a

viagem da Apollo 11 até a Lua e ficou famosa ao ser retratada no filme "Estrelas Além do Tempo" (2016). A instituição confirmou a morte por meio de um comunicado.

Leia também: Itália, Coreia do Sul e Irã confirmam novas mortes causadas pelo coronavírus

We're saddened by the passing of celebrated #HiddenFigures mathematician Katherine Johnson. Today, we celebrate her 101 years of life and honor her legacy of excellence that broke down racial and social barriers: https://t.co/Tl3tsHAfYBpic.twitter.com/dGiGmEVvAW

— NASA (@NASA) February 24, 2020

"Estamos triste de informar a morte da celebrada matemática Katherine Johnson. Hoje, nós celebramos os 101 anos de sua vida e e de todo o seu legado de excelência e que quebrou as barreiras sociais e raciais de nosso país", escreveu a Nasa no comunicado divulgado.

Retratada no filme, Katherine integrava um grupo de matemáticas negras chamado "Computer Pool" e foi uma das responsáveis por criar os cálculos que possibilitaram a alunissagem da Apollo 11 na lua e colocaram os astrounautas Buzz Aldrin e Neil Armstrong na história, além de garantir a vitória dos EUA na corrida espacial contra a União Soviética.

"We will always have STEM with us. Some things will drop out of the public eye and will go away, but there will always be science, engineering and technology. And there will always, always be mathematics."

Katherine Johnson, 1918-2020 pic.twitter.com/Vkp0MgfwtH

— NASA STEM Engagement (@NASASTEM) February 24, 2020

Em 2015, ela foi homenageada pelo então presidente Barack Obama, quando recebeu a Medalha da Liberdade, a condecoração civil mais importante do país. Já em 2019, ela recebeu outra honraria, ao ter seu nome dado a um novo centro de pesquisa computacional da Nasa.

Leia também: Samarco e Renova atrasam dragagem de usina; multa soma R$ 46 milhões

Administrador da instituição, James Bridenstine lamentou a morte: "nossa família está triste em saber que Katherine morreu hoje. Ela era uma verdadeira heroína norte-americana e seu legado e pioneirismo jamais serão esquecidos".


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree