Imprimir esta página
-->

Trump e Kim Jong-un trocam elogios após reunião fechada no Vietnã

27 Fevereiro 2019

Reprodução/The Straits Times
Encontro entre Kim Jong-un e Donald Trump ocorre oito meses
depois do primeiro, em junho de 2018, em Cingapura

O segundo encontro histórico do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, ocorrerá em duas etapas, em Hanói, no Vietnã. A primeira será hoje (27) em um jantar e a segunda amanhã (28) com uma série de reuniões. Em discussão políticas de desnuclearização e flexibilização das sanções contra a Coreia do Norte.

O encontro ocorre oito meses depois do primeiro, em junho de 2018, em Cingapura. Após pousar no Air Force One, o avião da Força Aérea norte-americana, Trump agradeceu a recepção em Hanói. “Acabei de chegar ao Vietnã. Obrigado a todas as pessoas pela grande recepção em Hanói”, disse ontem (26) o presidente na sua conta no Twitter.

Trump viajou acompanhado pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, e do chefe de gabinete da Casa Branca, Mick Mulvaney. Na conta pessoal no Twitter, Pompeo demonstrou otimismo com avanço das negociações em busca de “relações transformadas, construção de uma paz duradoura e completa desnuclearização”.

Kim Jon-un chegou antes a Hanói depois de viajar de trem de Pyongyang, na Coreia do Norte, ao Vietnã. Ele está acompanhado por uma comitiva de funcionários do governo norte-coreano e da irmã caçula, Kim Yo Jong.

A Organização das Nações Unidas, por meio de sua porta-foz Stephane Dujarric, elogiou a iniciativa do encontro dos dois líderes. Em janeiro, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que já era hora de garantir que as negociações entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte seguissem um roteiro definido.

* Com informações da Agência Brasil.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree