-->

Crivella nega acusações sobre "QG da Propina" e diz que Globo fez "oposição"

13 Setembro 2020
Agência Brasil
Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos)

Após ser apontado como "Zero Um" de um suposto esquema do "QG da

Propina" na prefeitura do Rio de Janeiro pelo Ministério Público, o prefeito Marcelo Crivella acusou a Rede Globo de agir como oposição em uma entrevista ao vivo na CNN Brasil no início da tarde deste domingo (13).

O prefeito também negou acusações sobre manter relação próxima com Rafael Alves, personagem central do suposto esquema de propinas. Crivella chegou a informar, durante a entrevista ao vivo, que as únicas vezes que viu Rafael foi na igreja em que frequenta.

Crivella repetiu diversas vezes que está há décadas atuando na política e seu nome não teria sido indicado uma única vez como suspeito de esquemas. O que estaria acontecendo, na visão do prefeito do Rio, era uma forte oposição.

Em uma transação financeira realizada em março de 2018, Sérgio Mizrahy disse que Rafael Alves teria se referido ao prefeito Marcelo Crivella como "zero um" durante mensagens. Na perspectiva do Ministério Público, não há dúvidas da atuação de Rafael Alves "sobre o atual mandatário do poder executivo do município do Rio de Janeiro”.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree