-->

5G na prática, direto do Havaí

06 Dezembro 2019

As promessas são muitas: um ganho de 25% tanto em performance gráfica quanto computacional, maior eficiência energética e o tão esperado 5G. Este seria um resumo rápido do principal lançamento da Qualcomm

no Snapdragon Tech Summit, aqui na ilha de Maui, no Havaí. Em 3 anos de pesquisa e desenvolvimento, mais de 10 mil engenheiros trabalharam no projeto do novo processador top de linha da empresa; o Snapdragon 865. Segundo a fabricante, o novo chip é duas vezes mais potente que seu antecessor, o Snapdragon 855, e três vezes superior ao melhor processador da concorrência.

Números, claro, dizem muito sobre um processador, mas o que chama mesmo atenção são os testes práticos; demonstrações de todo esse poder anunciado, as quais nós pudemos conferir de perto por aqui. Ao lado de parceiros de mercado, a Qualcomm demonstrou diversas tecnologias que já estão prontas e embarcadas no novo processador para incorporar dispositivos Android a partir de 2020.

Com uma expectativa de chegar a 200 milhões de usuários já no ano que vem, a implementação do 5G promete ser acelerada graças a uma nova tecnologia compatível com o Snapdragon 865. É o “Dynamic Spectrum Sharing” - Compartilhamento Dinâmico de Espectro. Como mostra essa demo, a tecnologia permite que o 4G e o 5G compartilhem a mesma faixa de frequência simultaneamente. Esse compartilhamento dinâmico, que não foi possível nas outras transições de tecnologias de banda larga móvel como o 3G ou 4G deve agilizar a chegada do 5G para todo mundo.

Além da conectividade, outro destaque é o processamento de Inteligência Artificial do novo chip. Com o dobro de poder em relação ao seu antecessor, o Snapdragon 865 é capaz de realizar até 15 trilhões de operações por segundo no próprio dispositivo, o que oferece uma experiência nova ao usuário - as funções baseadas em Inteligência Artificial se tornam praticamente instantâneas.

Nas demos, duas demonstrações do poder de Inteligência Artificial chamaram nossa atenção. A primeira mostra a velocidade e precisão de um aplicativo que transformar voz em texto e, em tempo real, traduz a fala de um idioma para outro; inclusive simulando a forma de falar do usuário. Nesta outra demonstração, o algoritmo de visão computacional é capaz de aplicar na imagem da câmera, também em tempo real, o chamado “filtro semântico”. Usando Inteligência Artificial, a câmera entende os objetos em cena para oferecer o melhor tratamento para cada parte da imagem. Neste exemplo, a câmera diferencia o cabelo, da roupa, do fundo, dos olhos, da pele para aplicar um filtro específico para cada parte da imagem.

Com o novo Snapdragon, a câmera também ganha novas funções. Tudo começa com a incrível capacidade de velocidade de captura de até 2 gigabits de informação por segundo, o que vai aproximar ainda mais as câmeras dos smartphones de equipamentos profissionais. Com isso, os próximos celulares poderão trazer embarcados sensores de até 200 megapixels de resolução para gravar vídeos em 8k a 120 quadros por segundo. Aliás, é o que este protótipo está gravando enquanto o senhor havaiano prepara alguns drinks. Na TV 8k ao lado, as imagens exibidas, acredite, foram capturadas em um smartphone.

Por último, a gente teve a oportunidade também de experimentar o novo sensor de impressão digital ultrassônico sob a tela; o 3D Sonic Sensor Max. Agora, a área de detecção da digital é 17 vezes maior que o da última geração e permite inclusive a leitura simultânea de até duas impressões por vez. Fora isso, nós testamos, e o sensor é extremamente rápido e preciso também.


Em breve novidade aqui!!!

Usuário(s) Online

Temos 274 visitantes e Nenhum membro online
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree