-->

Diário de Mark Zuckerberg revela ideias iniciais para o Facebook

13 Fevereiro 2020

Anotações de um diário de Mark Zuckerberg revelaram uma série de ideias antigas do fundador do Facebook a respeito da construção da rede social.

O material foi consultado pelo editor

da revista Wired, Steven Levy, que escreve um livro sobre a história da empresa. Em artigo publicado nesta quarta-feira (11), o jornalista explica como o diário de Zuckerberg desempenhou papel fundamental nos rumos da companhia. 

Levy obteve 17 páginas do diário. As anotações são datadas de antes de maio de 2006 e o livro teria sido batizado pelo próprio Zuckerberg como “Book of Change”, ou Livro da Mudança. Segundo o jornalista, o restante do caderno teria sido destruído por Zuckerberg por motivos pessoais.

“[Zuckerberg] anotou ideias de produtos, diagramou códigos e discorreu sobre sua filosofia. Páginas após páginas foram preenchidas com textos, listas de tarefas e fluxogramas”, diz o editor da Wired no artigo.

Reprodução

Os documentos abordam, por exemplo, anotações sobre a discussão de abrir o Facebook para o público geral quando a plataforma ainda era exclusiva às redes de faculdades e colégios. O empresário também escreveu suas primeiras ideias e pensamentos sobre o feed de notícias.

No entanto, uma outra proposta um tanto peculiar chamou atenção: os dark profiles.

Esses perfis seriam destinados a pessoas que ainda não tinham se inscrito no Facebook. A ideia era permitir que usuários criassem páginas para seus amigos utilizando apenas um nome e endereço de email. Depois de publicado, qualquer usuário poderia adicionar informações aos perfis.

O artigo publicado por Levy ainda discorre sobre a lenda que Zuckerberg teria recusado uma oferta de US$ 1 bilhão para vender o Facebook ao Yahoo. Aparentemente, o fundador da rede social chegou a acertar um acordo verbal, mas uma mudança nas postura do Yahoo teria levado ao encerramento das conversas.

“Ele chegou a acertar um acordo verbal, mas então o CEO do Yahoo, Terry Semel, pediu para renegociar os termos porque a companhia apresentou resultados negativos. Zuckerberg aproveitou a oportunidade para encerrar as negociações.”, escreveu Levy.

Fonte: The Verge


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree