-->

'Me senti como um bebê', diz astronauta que ficou 11 meses no espaço

14 Fevereiro 2020

A astronauta da Nasa Christina Koch disse que “se sentiu como um bebê” ao voltar à Terra após 11 meses no espaço. Koch decolou para uma missão de longa estadia na

Estação Espacial Internacional (ISS) em 14 de março de 2019 e retornou a bordo de uma cápsula russa Soyuz em 6 de fevereiro de 2020, após 328 dias no espaço, um recorde para uma mulher.

Koch afirma que fora uma dor no pescoço no primeiro dia e algumas dificuldades com o equilíbrio, está se sentindo muito bem. “Me senti como se eu fosse um bebê de duas semanas que estava realmente se esforçando pra levantar a cabeça”, disse ela. “Notei que demorou um pouco para recuperar meu equilíbrio, e tive que me reacostumar com o ato físico de andar”.

Reprodução

Christina Koch transporta equipamento a bordo da ISS. Crédito: Nasa

Segundo a astronauta, foram necessários apenas três meses para que ela se acostumasse à ISS e passasse a considerar a estação como sua “casa”, e até se esquecesse de que estava flutuando. “Meio que esqueci que estava flutuando, até que uma nova equipe chegava e eles ficavam empolgados com isso”, disse ela.

Além do recorde de permanência feminina em órbita (bem próximo do recorde geral do astronauta Scott Kelly, com 340 dias) Koch também entrou para a história ao realizar a primeira caminhada espacial com uma equipe totalmente feminina, algo feito com sua melhor amiga, a astronauta Jessica Meir, e que foi repetido duas vezes.

Ao retornar para casa, Koch postou um tweet mostrando a reação de sua cadela, LBD (Little Brown Dog) ao vê-la após quase um ano. “Não sei quem estava mais animada”, disse a astronauta.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree