-->

Coronavírus pode afetar produção mundial de notebooks

17 Fevereiro 2020

O surto do coronavírus segue afetando e preocupando outras áreas, para além da saúde da população mundial. Estudos preveem que a produção de notebooks na China, por exemplo, será severamente

impactada pelo surto da doença e que os envios de remessas globais para este trimestre podem cair entre 29% e 36%. A Quanta, empresa que fabrica a maioria dos modelos de MacBook Air e MacBook Pro para a Apple, possui um plano de contingência, mas não parece ser suficiente.

O site Digitimes informa que tanto a Quanta como algumas outras empresas que possuem linhas de montagem estão transferindo seus trabalhos para Taiwan e, por isso, podem enfrentar a possibilidade da falta de componentes a partir de março, isso se seus fornecedores chineses continuarem sendo impedidos de trabalhar devido à epidemia.

Anteriormente, especialistas do setor estimaram que a produção de notebooks cairia 17%, mas levantamentos recentes apontam para resultados piores do que o esperado pelas empresas. A escassez severa de mão de obra e de componentes em decorrência do coronavírus preocupa muitas delas. Isso porque os carregamentos da China correspondem a 90% da produção global de notebooks.

A principal montadora de iPhones para a Apple, a Foxconn, também luta para manter a demanda de produção, mesmo que sua maior fábrica esteja funcionando apenas com 10% do total de funcionários. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) descreveu o coronavírus como "inimigo público número um". Até o momento, são mais de 70 mil casos da doença confirmados na China e 1.770 mortes registradas no país.

Via: 9to5Mac


Em breve novidade aqui!!!

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree