-->

Co-fundador da Apple teme ter levado o coronavírus para os EUA

03 Março 2020

Steve Wozniak, co-fundador da Apple, teme ter sido o "paciente zero" do coronavírus (Covid-19) nos Estados Unidos, ou seja, o primeiro caso a levar a doença ao país. Embora nem Woz,

como é conhecido, nem sua esposa Janet tenham sido oficialmente diagnosticados com a doença, ele relata que ambos foram acometidos por uma "gripe fortíssima" após retornar de uma viagem pela Ásia no início de janeiro.

Em um e-mail ao site CNet, Wozniak conta que ele e sua esposa viajaram pelo sudeste asiático (Singapura, Tailândia, Camboja, Vietnã e Hong Kong). Ele relata que ao retornar em 4 de janeiro cancelou cinco ou seis eventos dos quais deveria participar em Las Vegas, informando os organizadores que estava muito doente, e que ao chegar em casa “não conseguiu sair da cama por dois dias”.

"Foi a pior gripe de nossas vidas. Mas como tivemos sintomas gastrointestinais, pode ter sido alguma outra gripe virulenta. Janet estava tossindo sangue, fomos ao hospital e nos disseram que não era uma gripe americana. Se tivéssemos voltado da Ásia hoje certamente teríamos sido testados e colocados de quarentena, considerando os sintomas que tivemos".

Ontem (02) Woz postou no Twitter que ele e sua esposa estavam em uma clínica checando uma “tosse feia” que ela tinha desde o retorno da viagem e preocupado em ter sido o “paciente zero” do novo vírus nos EUA.

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree