-->

Microsoft vai descontinuar Cortana no Android e no iOS

31 Julho 2020

Depois que a Microsoft revelou, no início deste ano, que retiraria a Cortana, sua assistente virtual, de seu aplicativo Android Launcher, que permite conectar dispositivos móveis ao desktop, já era possível imaginar
que os dias da inteligência artificial (IA) como um produto para o consumidor estavam contados. Agora, a empresa anunciou cortes adicionais e essa sensação só aumenta.Aos usuários, vale lembrar que as mudanças não acontecerão de uma só vez: inicialmente, a Microsoft encerrará o suporte da Cortana às habilidades de terceiros no Windows em 7 de setembro de 2020; posteriormente, no início de 2021, o plano é interromper o funcionamento do aplicativo Cortana no Android e no iOS. Além disso, os headphones Surface, da própria Microsoft, e os alto-falantes Invoke, da Harman Kardon, também perderão o acesso à assistente.A novidade para os usuários dos alto-falantes Invoke é provavelmente a mais decepcionante, já que o dispositivo foi lançado justamente para suportar a Cortana. A fim de descontinuar a assistente no produto, a Microsoft enviará uma atualização de firmware para o dispositivo inteligente para resumi-lo a um simples alto-falante com Bluetooth. "A atualização do firmware será entregue automaticamente aos dispositivos conectados ao WiFi dentro de seis meses após o seu lançamento", explicou a empresa. A Microsoft também pretende enviar vales-presente no valor de US$ 50 (aproximadamente R$ 260 na conversão direta das moedas) para os usuários dos Invokes.ReproduçãoInvoke com suporte à Cortana. Imagem: ReproduçãoUsuários dos headphones Surface também devem receber vales-presente, mas no valor de US$ 25 (aproximadamente R$ 130 na conversão direta das moedas). "Passamos muito tempo pensando nessa transição e entendemos que essas mudanças podem ser prejudiciais para alguns de nossos clientes", afirmou a empresa.Vale lembrar, no entanto, que a Cortana não será extinta, mas reinventada, já que deixará de ser uma assistente virtual para o consumidor e passará a funcionar como uma auxiliar com foco em produtividade para melhorar aplicativos como o Outlook e o Teams, o que a diferenciará das principais concorrentes até então, Alexa e Google Assistente.Via: Engadget
We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree