Prefeitura de Natal prevê prazo de dois meses para recuperar rua destruída por cratera em Felipe Camarão

Secretaria de Assistência Social estuda inclusão de famílias afetadas em programas como o aluguel social. Prefeitura dá prazo de 2 meses para fechar cratera aberta pelas chuvas em Natal A prefeitura de Natal prevê prazo de dois meses para recuperar a rua Mirassol, onde uma cratera se abriu com as chuvas do último fim de semana. A rua fica localizada no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste da capital potiguar. O prazo foi dado nesta quarta-feira (6), pela assessoria de comunicação da Secretaria de Infraestrutura do município, à Inter TV Cabugi. Segundo a pasta, as equipes que estão no local seguem na fase de limpeza do trecho. Em seguida, está prevista a reconstrução do saneamento e da drenagem para, somente depois, ocorrer o aterramento e pavimentação da via. A cratera tem mais de 100 metros de extensão e, no trecho mais profundo chega a quase a 2 metros de altura. A situação levou a Defesa Civil de Natal a interditar cerca de 17 imóveis no local. Na terça-feira (5), parte de uma das casa desabou, com o aumento do buraco. Natal decreta situação de calamidade pública após fim de semana de chuvas Chuva alaga ruas, abre crateras e invade casas em Natal Em 12 horas, chove mais da metade do previsto para todo o mês de julho em Natal Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, a equipe da pasta está analisando os critérios para encaixar os moradores obrigados a deixar suas casas nos benefícios eventuais, como o aluguel social. O município informou que as famílias receberam cestas básicas. A cratera também atingiu a BR-226, que passa pelo bairro de Felipe Camarão e ficou com as faixas dos dois sentidos interditada. Na manhã desta quarta-feira (6), o encarregado da empresa responsável pela reconstrução do trecho da rodovia afirmou que a estrada deve ser recuperada até a próxima semana. Cratera começou a se abrir no sábado (2) na rua Mirassol, no bairro Felipe Camarão, em Natal Vinícius Marinho/Inter TV Cabugi "A gente começou com a reposição do acostamento. Por causa da chuva, a drenagem estourou e fez uma grande erosão. Ontem (terça, 5) a gente conseguiu recompor todo o acostamento e hoje (quarta, 6) a gente vai fazer a saia do reaterro para dar um suporte melhor ao acostamento. Em seguida, o asfalto do acostamento e a parte de drenagem que é meio fio, descida d'água. Se Deus quiser, dessa semana para outra a gente está liberando tudo aqui", declarou o encarregado Geiflar Salustino. Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Norte, as chuvas do último fim de semana deixaram 75 desalojadas, 21 desabrigadas e 1.800 afetadas somente na capital do estado. Caern retoma abastecimento de água para o bairro A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte informou que retomou na manhã desta quarta-feira (6) o abastecimento para o bairro de Felipe Camarão, que estava com o fornecimento suspenso em decorrência do rompimento da rede de drenagem na rua Mirassol. "Foi necessário interromper o funcionamento até que o trabalho de recuperação da rede de drenagem executado pela Prefeitura de Natal fosse iniciado e permitisse a retomada. A área foi atingida pela erosão na rua provocada pelas chuvas, no trecho entre a BR-226 e a rua Miraí", informou a empresa. Restabelecido o abastecimento, a previsão da estatal é de que o sistema atinja a completa normalidade no fornecimento em um prazo de 72 horas. Veja os vídeos mais assistidos no g1 RN

Prefeitura de Natal prevê prazo de dois meses para recuperar rua destruída por cratera em Felipe Camarão

Secretaria de Assistência Social estuda inclusão de famílias afetadas em programas como o aluguel social. Prefeitura dá prazo de 2 meses para fechar cratera aberta pelas chuvas em Natal A prefeitura de Natal prevê prazo de dois meses para recuperar a rua Mirassol, onde uma cratera se abriu com as chuvas do último fim de semana. A rua fica localizada no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste da capital potiguar. O prazo foi dado nesta quarta-feira (6), pela assessoria de comunicação da Secretaria de Infraestrutura do município, à Inter TV Cabugi. Segundo a pasta, as equipes que estão no local seguem na fase de limpeza do trecho. Em seguida, está prevista a reconstrução do saneamento e da drenagem para, somente depois, ocorrer o aterramento e pavimentação da via. A cratera tem mais de 100 metros de extensão e, no trecho mais profundo chega a quase a 2 metros de altura. A situação levou a Defesa Civil de Natal a interditar cerca de 17 imóveis no local. Na terça-feira (5), parte de uma das casa desabou, com o aumento do buraco. Natal decreta situação de calamidade pública após fim de semana de chuvas Chuva alaga ruas, abre crateras e invade casas em Natal Em 12 horas, chove mais da metade do previsto para todo o mês de julho em Natal Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, a equipe da pasta está analisando os critérios para encaixar os moradores obrigados a deixar suas casas nos benefícios eventuais, como o aluguel social. O município informou que as famílias receberam cestas básicas. A cratera também atingiu a BR-226, que passa pelo bairro de Felipe Camarão e ficou com as faixas dos dois sentidos interditada. Na manhã desta quarta-feira (6), o encarregado da empresa responsável pela reconstrução do trecho da rodovia afirmou que a estrada deve ser recuperada até a próxima semana. Cratera começou a se abrir no sábado (2) na rua Mirassol, no bairro Felipe Camarão, em Natal Vinícius Marinho/Inter TV Cabugi "A gente começou com a reposição do acostamento. Por causa da chuva, a drenagem estourou e fez uma grande erosão. Ontem (terça, 5) a gente conseguiu recompor todo o acostamento e hoje (quarta, 6) a gente vai fazer a saia do reaterro para dar um suporte melhor ao acostamento. Em seguida, o asfalto do acostamento e a parte de drenagem que é meio fio, descida d'água. Se Deus quiser, dessa semana para outra a gente está liberando tudo aqui", declarou o encarregado Geiflar Salustino. Segundo a Defesa Civil do Rio Grande do Norte, as chuvas do último fim de semana deixaram 75 desalojadas, 21 desabrigadas e 1.800 afetadas somente na capital do estado. Caern retoma abastecimento de água para o bairro A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte informou que retomou na manhã desta quarta-feira (6) o abastecimento para o bairro de Felipe Camarão, que estava com o fornecimento suspenso em decorrência do rompimento da rede de drenagem na rua Mirassol. "Foi necessário interromper o funcionamento até que o trabalho de recuperação da rede de drenagem executado pela Prefeitura de Natal fosse iniciado e permitisse a retomada. A área foi atingida pela erosão na rua provocada pelas chuvas, no trecho entre a BR-226 e a rua Miraí", informou a empresa. Restabelecido o abastecimento, a previsão da estatal é de que o sistema atinja a completa normalidade no fornecimento em um prazo de 72 horas. Veja os vídeos mais assistidos no g1 RN