Prevenção contra o mosquito Aedes aegypti e a dengue no cemitério

O cemitério onde há vasos, frestas e outras possibilidades de acúmulo de água parada é um dos muitos locais que pode facilitar a proliferação do mosquito que provoca a dengue. Neste sentido, Luis Muller e seus auxiliares tem feito um trabalho permanente que evite a proliferação do mosquito naquele ambiente. Muller pede também para os familiares que visitam os túmulos estejam atentos a qualquer sinal de água parada nos túmulos e arredores. O apoio de todos é fundamental para evitar a dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes.O inseto é responsável por transmitir dengue, zika vírus e febre chikungunya. Para combatê-lo é importante que a comunidade redobre os cuidados, eliminando pontos de água parada.É fundamental que a população receba os Agentes de Endemias em seus imóveis para auxiliar no trabalho preventivo. Os agentes sempre estão com crachá de identificação e colete com a identificação da Secretaria Municipal de Saúde e Prefeitura de Farroupilha. Confira algumas dicas para evitar a proliferação do mosquito Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;Recolher o lixo do pátio;Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva;Tampar caixas d’água;Limpar as calhas;Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;Eliminar os pratinhos das plantas. Denúncias de locais com suspeita de focos do mosquito podem ser feita pelo telefone da ouvidoria de Farroupilha. 54 3261-6996 ou 54 984045537.

Prevenção contra o mosquito Aedes aegypti e a dengue no cemitério

O cemitério onde há vasos, frestas e outras possibilidades de acúmulo de água parada é um dos muitos locais que pode facilitar a proliferação do mosquito que provoca a dengue. Neste sentido, Luis Muller e seus auxiliares tem feito um trabalho permanente que evite a proliferação do mosquito naquele ambiente. Muller pede também para os familiares que visitam os túmulos estejam atentos a qualquer sinal de água parada nos túmulos e arredores. O apoio de todos é fundamental para evitar a dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes.
O inseto é responsável por transmitir dengue, zika vírus e febre chikungunya. Para combatê-lo é importante que a comunidade redobre os cuidados, eliminando pontos de água parada.
É fundamental que a população receba os Agentes de Endemias em seus imóveis para auxiliar no trabalho preventivo. Os agentes sempre estão com crachá de identificação e colete com a identificação da Secretaria Municipal de Saúde e Prefeitura de Farroupilha.

Confira algumas dicas para evitar a proliferação do mosquito

  • Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;
  • Recolher o lixo do pátio;
  • Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva;
  • Tampar caixas d’água;
  • Limpar as calhas;
  • Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;
  • Eliminar os pratinhos das plantas.

Denúncias de locais com suspeita de focos do mosquito podem ser feita pelo telefone da ouvidoria de Farroupilha.

54 3261-6996 ou 54 984045537.