Príncipe Harry ameaça processar governo inglês e exige seguranças

Após pedir demissão da Família Real britânica, o príncipe Harry está ameaçando a processar o governo inglês. O duque de Sussex enviou uma notificação extra-judicial pedindo que o governo disponibilize agentes do estado para proteger ele, sua esposa e seus filhos quando eles estiverem no Reino Unido. De acordo com o documento, o príncipe não […]

Príncipe Harry ameaça processar governo inglês e exige seguranças

Após pedir demissão da Família Real britânica, o príncipe Harry está ameaçando a processar o governo inglês. O duque de Sussex enviou uma notificação extra-judicial pedindo que o governo disponibilize agentes do estado para proteger ele, sua esposa e seus filhos quando eles estiverem no Reino Unido.

De acordo com o documento, o príncipe não se sente seguro em solo britânico. O filho de Diana acredita que seguranças privados não tem acesso a informações das agências de inteligência oficiais e isso atrapalharia o trabalho deles em manter ele e sua família seguros.

Harry e Meghan Markle têm uma popularidade muito baixa no Reino Unido e recebem centenas de ameaças diariamente. “Sem essa proteção, Harry não consegue voltar para casa”, diz o pedido.

O príncipe perdeu o direto ser acompanhado por agentes da polícia britânica após se mudar para os Estados Unidos e parar de trabalhar para a família real. Esta é a primeira vez que um parente de um monarca processa o governo inglês. A avó do duque de Sussex, a rainha Elizabeth, é a chefe de estado do país.

De acordo com o Daily Mail, a rainha Elizabeth já foi notificada sobre as intenções do neto. O governo inglês paga pela segurança da monarca e das famílias dos herdeiros direto ao trono, atualmente o príncipe Charles e o príncipe William. Os outros parentes só podem ser acompanhados por policiais quando estão em um evento oficial.

Em janeiro de 2020, Harry e sua esposa, Meghan Markle, decidiram abdicar do dinheiro que recebiam do estado para viver uma vida privada nos Estados Unidos. Com a decisão, eles abriram mão de seus títulos, das casas reais e da segurança pública.

O casal decidiu parar de trabalhar para a família após sofrer racismo de parentes e de funcionários do palácio. Em uma entrevista à jornalista Oprah Winfrey, o duque e a duquesa de Sussex revelaram que um parente comentou sobre a cor da pele do primogênito do casal, o pequeno Archie.

Eles também acusaram a família de negar tratamento a Meghan que estava em depressão e com pensamentos suicidas.