SSP/AM capacita 130 agentes que irão atuar nas fronteiras do AM

 FOTOS-TARCISIO-HEDEN-1-1-1024x770.jpg Manaus (AM) - Cento e trinta policiais militares, civis e bombeiros militares participaram de um treinamento para atuar na Base Fluvial Arpão, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), na Base Tiradentes, em Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus) e na Base Anzol (a 1.108 quilômetros de Manaus), que ficam nas áreas de divisas e fronteiras do Amazonas. A capacitação aconteceu na manhã desta quarta-feira (29), no Comando Geral do Corpo de Bombeiros, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus. O efetivo embarca para os municípios do interior do estado no próximo sábado (1º/01). De acordo com o secretário de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur, as ações fazem parte das operações Fronteira Mais Segura e Divisa Mais Segura, do programa Amazonas Mais Seguro.  Citação #1Autor: general Carlos Alberto MansurTítulo do Autor: secretário de Segurança PúblicaCitação: Nós temos, em toda virada de mês, a troca do efetivo. E agora, no dia 1° de janeiro, estamos unindo as pessoas que vão para essa missão. A Base Arpão atua na calha do (rio) Solimões e a Base Tiradentes na calha do rio Negro. Essas operações atuam, principalmente, em faixas de fronteiras e divisas. O tenente-coronel Lima Júnior, coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGI-F), explicou que a meta das operações é impedir que os entorpecentes cheguem na capital.  Citação #2Autor: tenente-coronel Lima JúniorTítulo do Autor: coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGI-F)Citação: Estamos realmente tentando fechar o cerco do caminho das drogas para o resto do Brasil, Europa e todo o mundo. Sabemos que nós temos dois países vizinhos que são campeões na confecção e fabricação de entorpecentes. Nosso foco é reprimir essa chegada de drogas na capital. Participaram do treinamento policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), do Batalhão de Choque, peritos da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e bombeiros militares. Participantes Destaque #1O treinamento do efetivo que vai atuar nessas operações foi encabeçado por policiais da Companhia de Operações Especiais (COE) e da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).  Citação #3Autor: tenente-coronel Lima JúniorTítulo do Autor: coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGI-F)Citação: O policial militar já está capacitado e esse treinamento funciona como nivelamento de conhecimento. As instruções são passadas para que todos tenham o mesmo procedimento na atuação das operações. Leia mais:Programa Vigia causou prejuízo de R$ 480 milhões ao crime organizadoAmazonas recebe equipamentos para reforço da segurança nas fronteirasGoverno cancela autorizações para garimpo em região da Amazônia

SSP/AM capacita 130 agentes que irão atuar nas fronteiras do AM
 FOTOS-TARCISIO-HEDEN-1-1-1024x770.jpg Manaus (AM) - Cento e trinta policiais militares, civis e bombeiros militares participaram de um treinamento para atuar na Base Fluvial Arpão, em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), na Base Tiradentes, em Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus) e na Base Anzol (a 1.108 quilômetros de Manaus), que ficam nas áreas de divisas e fronteiras do Amazonas. A capacitação aconteceu na manhã desta quarta-feira (29), no Comando Geral do Corpo de Bombeiros, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus. O efetivo embarca para os municípios do interior do estado no próximo sábado (1º/01). De acordo com o secretário de Segurança Pública, general Carlos Alberto Mansur, as ações fazem parte das operações Fronteira Mais Segura e Divisa Mais Segura, do programa Amazonas Mais Seguro.  Citação #1Autor: general Carlos Alberto MansurTítulo do Autor: secretário de Segurança PúblicaCitação: Nós temos, em toda virada de mês, a troca do efetivo. E agora, no dia 1° de janeiro, estamos unindo as pessoas que vão para essa missão. A Base Arpão atua na calha do (rio) Solimões e a Base Tiradentes na calha do rio Negro. Essas operações atuam, principalmente, em faixas de fronteiras e divisas. O tenente-coronel Lima Júnior, coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGI-F), explicou que a meta das operações é impedir que os entorpecentes cheguem na capital.  Citação #2Autor: tenente-coronel Lima JúniorTítulo do Autor: coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGI-F)Citação: Estamos realmente tentando fechar o cerco do caminho das drogas para o resto do Brasil, Europa e todo o mundo. Sabemos que nós temos dois países vizinhos que são campeões na confecção e fabricação de entorpecentes. Nosso foco é reprimir essa chegada de drogas na capital. Participaram do treinamento policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), do Batalhão de Choque, peritos da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e bombeiros militares. Participantes Destaque #1O treinamento do efetivo que vai atuar nessas operações foi encabeçado por policiais da Companhia de Operações Especiais (COE) e da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).  Citação #3Autor: tenente-coronel Lima JúniorTítulo do Autor: coordenador do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras (GGI-F)Citação: O policial militar já está capacitado e esse treinamento funciona como nivelamento de conhecimento. As instruções são passadas para que todos tenham o mesmo procedimento na atuação das operações. Leia mais:Programa Vigia causou prejuízo de R$ 480 milhões ao crime organizadoAmazonas recebe equipamentos para reforço da segurança nas fronteirasGoverno cancela autorizações para garimpo em região da Amazônia