Vereadores de Guarapuava aprovam reajuste de 14,49% nos próprios salários, passando para R$ 10,5 mil

No caso do presidente da Câmara, salário sobe para R$ 21,1 mil. Votação foi feita na noite de terça-feira (25). Câmara de Vereadores de Guarapuava William Batista/RPC A Câmara de Guarapuava, na região central do Paraná, aprovou um reajuste de 14,49% nos salários dos vereadores, durante sessão feita na noite de terça-feira (25). Com isso, os salários dos parlamentares sobe para R$ 10,5 mil. Veja abaixo como cada vereador votou. De acordo com o Projeto de Lei Complementar, o reajuste compreende o índice de inflação, sendo 2,36% referentes de janeiro a abril de 2021, mais 12,13% de maio de 2021 até abril de 2022. Os vereadores recebiam R$ 9.252,72. Com a aprovação do projeto, o reajuste será de R$ 1.340,71, passando para R$ 10.593,43. No caso do presidente da Câmara, o salário é maior. O cargo tinha como salário estipulado R$ 18.505,43. Com o reajuste, o vencimento subiu para R$ 21.186,86, o que representa um incremento de R$ 2.681,43. Confira a seguir quais vereadores votaram a favor e contra o reajuste salarial. Contra Bruna Spitzner (Podemos) Cris Wainer (PT) Professora Terezinha (PT) Professora Bia (MDB) Rodrigo Crema (PSL) A favor Alessandro Oreiko (DEM) Celso Lara da Costa (Cidadania) Cristóvão da Cruz (DC) Elcio Melhem (Podemos) Dognei (PDT) João Carlos Gonçalves (Podemos) Joel Barbosa (Solidariedade) Marcelinho (União Brasil) Márcio Carneiro (Cidadania) Nego Silvio (Podemos) Paulo Lima (Podemos) Pedro Moraes (Republicanos) Professor Saulo (Republicanos) Valdemar dos Santos (Cidadania) Wilson Anciuti (PSL) VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.

Vereadores de Guarapuava aprovam reajuste de 14,49% nos próprios salários, passando para R$ 10,5 mil

No caso do presidente da Câmara, salário sobe para R$ 21,1 mil. Votação foi feita na noite de terça-feira (25). Câmara de Vereadores de Guarapuava William Batista/RPC A Câmara de Guarapuava, na região central do Paraná, aprovou um reajuste de 14,49% nos salários dos vereadores, durante sessão feita na noite de terça-feira (25). Com isso, os salários dos parlamentares sobe para R$ 10,5 mil. Veja abaixo como cada vereador votou. De acordo com o Projeto de Lei Complementar, o reajuste compreende o índice de inflação, sendo 2,36% referentes de janeiro a abril de 2021, mais 12,13% de maio de 2021 até abril de 2022. Os vereadores recebiam R$ 9.252,72. Com a aprovação do projeto, o reajuste será de R$ 1.340,71, passando para R$ 10.593,43. No caso do presidente da Câmara, o salário é maior. O cargo tinha como salário estipulado R$ 18.505,43. Com o reajuste, o vencimento subiu para R$ 21.186,86, o que representa um incremento de R$ 2.681,43. Confira a seguir quais vereadores votaram a favor e contra o reajuste salarial. Contra Bruna Spitzner (Podemos) Cris Wainer (PT) Professora Terezinha (PT) Professora Bia (MDB) Rodrigo Crema (PSL) A favor Alessandro Oreiko (DEM) Celso Lara da Costa (Cidadania) Cristóvão da Cruz (DC) Elcio Melhem (Podemos) Dognei (PDT) João Carlos Gonçalves (Podemos) Joel Barbosa (Solidariedade) Marcelinho (União Brasil) Márcio Carneiro (Cidadania) Nego Silvio (Podemos) Paulo Lima (Podemos) Pedro Moraes (Republicanos) Professor Saulo (Republicanos) Valdemar dos Santos (Cidadania) Wilson Anciuti (PSL) VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias da região no g1 Campos Gerais e Sul.