Aracruz continua o sexto município no ranking do ICMS

O ano de 2022 reservou uma surpresa desagradável para a economia pública de Aracruz. A posição do município no Índice de Participação dos Municípios (IPM), na arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que havia aumentado por três vezes desde 2018, caiu de 5,237% para 4,991%. O post Aracruz continua o sexto município no ranking do ICMS apareceu primeiro em Folha do Litoral.

Aracruz continua o sexto município no ranking do ICMS

O ano de 2022 reservou uma surpresa desagradável para a economia pública de Aracruz. A posição do município no Índice de Participação dos Municípios (IPM), na arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que havia aumentado por três vezes desde 2018, caiu de 5,237% para 4,991%, ficando atrás de Vitória (14.535%), Serra (14,176%), Cariacica (7,497%), Linhares (5,400%) e Vila velha (5,382%), mas à frente de municípios maiores em população (Colatina, Cachoeiro de Itapemirim e Guarapari)

Em 2018 Aracruz passou da sétima para a sexta posição do ranking, com IPM de 5,237%. Em 2019, o IPM era de 3,288%, e em 2020, de 3,348%. Na região Polinorte, João Neiva teve queda de 0,435% para 0,386%, enquanto o IPM de Ibiraçu também caiu, de 0,284% para 0,267%. Fundão, que tinha um IPM de 0,341%, caiu para 0,313%.

Vitória segue com o maior repasse: 14,535%%. Na sequência aparecem Serra (14,176%), Cariacica (7,497%), Linhares (5,400%) e Vila Velha (5,382%). O IPM dos municípios é composto por uma série de fatores, levando em conta o Valor Adicionado Fiscal (VAF) que as empresas geraram em cada localidade, participando com 75% do cálculo. Também é levado em conta a quantidade de propriedades rurais em cada cidade, a comercialização de produtos agrícolas realizados por produtores rurais dos municípios e a área geográfica da cidade.

O Estado divide entre os 78 municípios 25% de todo ICMS arrecadado. Um cálculo estabelece o percentual que cada cidade receberá. O resultado leva em consideração como principal variável o Valor Agregado Fiscal (VAF), que é a diferença entre o total de vendas de mercadorias e as respectivas compras por empresas localizadas em cada cidade, bem como os serviços prestados que são tributados pelo ICMS.

Os seis maiores IPMs (%)
1 – Vitória: caiu para 14,535
2 – Serra: aumentou para 14,176
3 – Cariacica: aumentou para 7,497
4 – Linhares: caiu para 5,400
5 – Vila Velha: caiu para 5,382
6 – Aracruz: aumentou para 4,991
7 – Cachoeiro: caiu para 3,234

Região Polinorte
João Neiva: 0,386
Fundão: 0,313
Ibiraçu: 0,267

O post Aracruz continua o sexto município no ranking do ICMS apareceu primeiro em Folha do Litoral.