As Milanesas tradição e atração

Falou em tradição italiana para nós, é certo que encontraremos o Grupo de Mães As Milanesas, com o trabalho que rende deleite ao nosso paladar, os famosos pães e grostolis, sempre atração

As Milanesas tradição e atração

O cheiro delicioso que invade a praça da Imigração de Nova Milano no 3º sábado de cada mês, e a cada grande evento como o Entrai que começa neste dia 13 de maio, vem do trabalho das mãos delas, as mulheres que formam o Grupo de Mães As Milanesas.
Sem exageros, o grupo é uma atração à parte, não apenas pelos pães e grostolis que marcam a culinária típica italiana, mas por apresentarem as etapas de criação destes alimentos, ou seja, as mulheres ficam ali, trabalhando nas receitas até o momento de empacotá-las aos clientes, tudo às vistas de quem quiser ver. E as pessoas querem. Querem ver e comer porque é quase impossível resistir ao grostoli e pão quentinhos.
No Entrai, As Milanesas ainda servirão o prato composto por polenta brustolada, linguiça na chapa, fortaia e queijo! Muito trabalho na cozinha, onde os alimentos são transformados.
Assim como transformadas são as vidas destas 28 mulheres que se reúnem, no quarto sábado do mês, para quebrar o cotidiano com conversas e diversão.
Unidas desde 1993, “As Milanesas” foi fundado por uma diretora da escola Santa Cruz, Geni Maggero. Foi lá que tudo começou, com as mães e professoras porque naquele tempo, para entrar no grupo era preciso ter vínculo com a escola, segundo Silvana Bristot Trost, uma das fundadoras e atual secretária do grupo. “Como o grupo cresceu, hoje é formado por outras pessoas também”, conta.
As Milanesas encontraram um tempo para si mesmas, colhendo disso os frutos da diversão e da responsabilidade, afinal, elas são uma entidade sem fins lucrativos, possuem estatuto e tudo o mais. Para a execução do planejamento, obedecem às escalas de trabalho, todas com a consciência da importância do comprometimento.
O resultado disso é que o recurso vindo do que produzem é repassado às entidades assistenciais, à escola da comunidade, à igreja de Nova Milano e às famílias carentes de lá. “Nosso objetivo é proporcionar crescimento, sociabilidade e desenvolvimento das associadas pelas atividades sociais, físicas, culturais e assistenciais”, acrescenta Silvana.
Para celebrar o trabalho, uma vez por ano as mulheres realizam juntas uma viagem – “com recursos próprios e não com os frutos do trabalho do grupo”, como enfatizam. “Já fomos para praticamente todas as termas e estamos pagando nossa próxima viagem, para Termas Romanas, em novembro”, revela a vice-presidente do grupo Maria Terezinha Kuhn Thomasini.
Até novembro, muito trabalho com dois grandes eventos em Farroupilha como o Entrai e a Fenakiwi em julho. E o grupo adequa os compromissos pessoais e familiares à agenda das Milanesas. “Os filhos e os maridos já sabem que se temos eventos, todo o resto tem que se adaptar”, concorda, entre risadas, quem estava na conversa, além de Silvana e Maria Terezinha, a presidente do grupo Tânia Maria Tartarotti Gardini.
Mais quietinha, Tânia conta que a diretoria do grupo, formada por nove mulheres, é que coordena as atividades para todas. A cada ano, uma nova diretoria. “Ficamos afastadas no período de pandemia porque nosso grupo é formado por pessoas mais velhas, temos poucas pessoas abaixo dos 60 e integrantes de até 90 anos e no nosso primeiro reencontro foi uma choradeira só! ”, relembra.
Há amizade entre elas, respeito, empatia e de vez em quando uma discussãozinha ou outra, afinal são pessoas unidas por objetivos em comum, cada uma com sua história, com sua personalidade.
Fica o convite para conhecê-las, quem ainda não as conhece. E claro, degustar o que elas são famosas por fazerem: pães e grostolis!

Com a mão na massa em eventos como o da foto, uma edição do Entrai

Integrantes do Clube de Mães As Milanesas

Adenize Bohm
Adiles Radaelli Piazza
Angelina Maria Pretto
Anita Maioli Pasqual
Clara Crippa Pasqual
Clari Somagal
Imelda Biegelmeyer Rombaldi
Inês Radaelli
Iracema Mayca Boeni
Laci Bertuol Machado
Lucí Balansin Crippa
Maria Inez Baumgartner Bampi
Maria LArci Steffens Bernart
Maria Terezinha Kuhn Thomasini
Marize De Gasperi
Martha Rachel Smaniotto
Norma Julieta Menti
Otavinha Westerlund Berria
Rosa Otília Baumgartner Vedovelli
Rosane Terezinha Perin
Salete Inês Pasa Signori
Salete Maria Colferai Lazzari
Silvana Bristot Trost
Solange Imperatori
Sueli Maria Imperatori dos Santos
Tania Maria tartarotti Gardini
Terezinha Gardini Casagrande
Terezinha Longhi Smaniotto

A presidente Tânia (ao centro) com Maria Terezinha e Silvana

REPORTAGEM: Claudia Iembo