Game over: após 50 anos, Sega deixa de vez o mercado de fliperama

A Sega anunciou nesta sexta-feira (28) que está saindo de vez dos negócios de fliperama e que pretende vender os 14,9% restantes das ações que detém em sua divisão de arcade para a Genda Inc. A holding é a mesma que comprou a maioria das ações de arcade da desenvolvedora em 2020, conforme informou o […] O post Game over: após 50 anos, Sega deixa de vez o mercado de fliperama apareceu primeiro em Olhar Digital.

Game over: após 50 anos, Sega deixa de vez o mercado de fliperama

A Sega anunciou nesta sexta-feira (28) que está saindo de vez dos negócios de fliperama e que pretende vender os 14,9% restantes das ações que detém em sua divisão de arcade para a Genda Inc. A holding é a mesma que comprou a maioria das ações de arcade da desenvolvedora em 2020, conforme informou o Destructoid.

SEGA Gamecenter em Ikebukuro. no Japão. Imagem: IB Photography / Shutterstock.com
SEGA Gamecenter em Ikebukuro. no Japão. Imagem: IB Photography / Shutterstock.com

Deixando completamente o setor, os fliperamas restantes não usarão mais a marca Sega Sammy, sendo renomeados como “GiGo Entertainment”. De acordo com o presidente da GiGO, Hisashi Kataoka, a intenção é mudar os nomes de todos os principais locais da Sega em Tóquio; Ikebukuro, Akihabara e Shinjuku, antes do lançamento da nova marca no país. 

Contudo, a desenvolvedora deve continuar produzindo unidades de seus atuais jogos, visando a distribuição mundial. A empresa deixa apenas de ser proprietária e anfitriã dos centros de arcade.

Os centros de fliperama da Sega marcaram a infância de crianças, jovens e adolescentes entre os anos 1980 e 1990 que se deliciaram com os jogos e cresceram com a base do clássico dos videogames. O anúncio chega para os fãs como o fim de uma era que trouxe milhões de horas de entretenimento para jogadores de Moonwalker, Super Monaco GP, Golden Axe, Virtua Fighter, e muitos outros, em todo o mundo.

Leia mais!

Pandemia e Sega

Em 2020, conforme mencionado no início do texto, a Sega vendeu 85,1% de suas ações de casas de arcade para a Genda, empresa especializada no aluguel de máquinas de entretenimento. Segundo a companhia, a decisão veio após o severo impacto causado pela pandemia da Covid-19.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Game over: após 50 anos, Sega deixa de vez o mercado de fliperama apareceu primeiro em Olhar Digital.