ITAIPAVA: a festa é para as famílias

A festa é para o povo. Para os pescadores, para as cozinheiras, as marisqueiras, os artistas, os artesãos, o dono da quitanda, o homem do gelo. A festa da gastronomia é de todos A maior colheita de Itapemirim vem do mar, e os frutos deles estão sendo reverenciados nesta XV edição do Festival que vai ... O post ITAIPAVA: a festa é para as famílias apareceu primeiro em Jornal Espírito Santo Notícias.

ITAIPAVA: a festa é para as famílias

A festa é para o povo. Para os pescadores, para as cozinheiras, as marisqueiras, os artistas, os artesãos, o dono da quitanda, o homem do gelo. A festa da gastronomia é de todos

A maior colheita de Itapemirim vem do mar, e os frutos deles estão sendo reverenciados nesta XV edição do Festival que vai até a amanhã. Todos comemoram a safra. O munícipio é polo no ES da Pesca. Faz o Festival Gastronômico há 15 anos e nestes eventos comercializa o que produz e serve a quem gosta de pratos excêntricos e deliciosos.

É certo que o Festival Gastronômico de Frutos do Mar de Itapemirim tem diversos objetivos para cumprir. Um deles evidenciar a importância dos pescadores locais, das marisqueiras, do setor que envolve uma cadeia produtiva enorme.

Na verdade, Itaipava é uma comunidade pesqueira, onde as famílias que lá habitam vivem deste oficio desde o seu surgimento. Os barcos ancorados no cais fazem parte do cenário que nos lembra fartura na mesa, e dedicação de homens e mulheres. Poder fazer uma festa e servir estes frutos colhidos no mar, já é o principal objetivo.

Outros, porém, estão inseridos: dar oportunidade aos seus filhos comercializar os seus frutos, os frutos do mar.  Tal qual para o produtor de café colher os seus grãos e cantar sacudinho a peneira, trazendo gente pro campo para a grande colheita, o Festival Gastronômico de Itapemirim traz como convidados as famílias de todo o Brasil, para comemorar todos juntos, e os artistas no palco, embalam a alegria.

Ontem, o Luan Jackson encantou as crianças, e a plateia aplaudia ao artista da Vila, o rapaz que o talento sobressaia em cada passada e gestos reverenciando o inesquecível Michael Jackson que nos deixou no dia 25 de junho de 2009 e uma legião de fãs.

Ver as famílias de várias cidades e estados, sentadas, cantando, comendo, sorrindo, posando pra foto, também é um objetivo da organização: a Associação gastronômica de Itapemirim – AGI, que tem o abraço total da Prefeitura de Itapemirim, que não economizou em nada, colocou todo o time a postos e montou uma estrutura indescritível, só de caixa de som, 35 na frente do palco. Pias, stand’s, iluminação, divulgação, fiscalização. A Prefeitura valorizou os seus artistas, a sua gente, os seus pescadores, as marisqueiras, os servidores, enfim, os comerciantes, hoteleiros, lojistas. Trabalha com foco na cidade e em quem vive dela. Zé Lima, o prefeito do povo que serve ao povo.

É hora de agradecer a Deus a vida de cada pescador que se arrisca no infinito mar, dias, semanas, meses, e traz de lá: o atum,  camarão,  dourado,  polvo,  lagosta,  chicharro, peroá, tainha, cação, marlim e tantos e tantos frutos que é preciso muitas panelas, muitas mãos e temperos para preparar e servir a todos. A gente ama tudo, até chupar os dedos e lamber os beiços.

Itapemirim é mesmo a Capital Gastronômica dos Frutos do Mar nestes dias 14, 15, 16 e 17. E todos no entorno são gratos, ao pescador, o homem do gelo, o que conserta a rede, o que descarrega o peixe, a marisqueira que arranca na pedra o sururu, o moço da quitanda que vende os temperos, o chef’ que comanda a Associação e traz todos unidos e juntos para esta proposta que completa XV edições. Hoje tema mais!

O post ITAIPAVA: a festa é para as famílias apareceu primeiro em Jornal Espírito Santo Notícias.