Mourão e ministros de Bolsonaro celebram CPI só após eleição

Vice-presidente elogia decisão de Pacheco e diz que “paixões eleitorais iriam turvar os trabalhos”; elogio foi compartilhado por integrantes do governo, para os quais uma comissão de inquérito poderia elevar os ânimos em uma disputa eleitoral já polarizada Este conteúdo foi originalmente publicado em Mourão e ministros de Bolsonaro celebram CPI só após eleição no site CNN Brasil.

Mourão e ministros de Bolsonaro celebram CPI só após eleição

A decisão do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), de deixar o funcionamento da CPI do Ministério da Educação (MEC) para depois das eleições deste ano foi celebrado pelo Palácio do Planalto e pelo vice-presidente Hamilton Mourão.

Em conversa com a CNN, Mourão considerou a decisão “excelente” e “sábia”. “As paixões eleitorais iriam turvar os trabalhos da comissão”, afirmou o general da reserva.

A mesma avaliação foi feita por integrantes da equipe ministerial, que comentaram sobre o assunto após reunião ministerial promovida nesta terça-feira (5) no Palácio do Planalto.

Nos últimos dias, segundo relatos feitos à CNN, interlocutores do presidente Jair Bolsonaro procuraram Pacheco para expor argumento de que uma comissão de inquérito só serviria para elevar os ânimos em um processo eleitoral já polarizado.

O argumento, de acordo com senadores governistas, foi levado em consideração pelo presidente do Senado Federal ao tomar a decisão junto ao colégio de líderes.

Segundo integrantes do governo, foi mencionada na reunião ministerial desta terça-feira (5) possibilidade de a Câmara dos Deputados votar já nesta semana em plenário a PEC dos Benefícios.

O calendário tem sido discutido pelo presidente Artur Lira (PP-AL) e a defesa de integrantes do governo é de que o assunto é urgente.

O receio manifestado à CNN é de que a pressão de gestores municipais e da opinião pública possa, caso a proposta fique para a semana que vem, reverter votos em bancadas como do MDB e do PSDB.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Mourão e ministros de Bolsonaro celebram CPI só após eleição no site CNN Brasil.