MT diz que não vai exigir receita médica para vacinar crianças

Mato Grosso é um dos estados que decidiram não exigir prescrição médica para aplicar a vacina contra a Covid-19 em crianças a partir de 5 anos.  Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI). A confirmação foi feita pelo secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo, que seguirá a recomendação do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).  É que o presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar a apoiadores que – a depender dele – a vacinação em crianças só deverá ocorrer com autorização dos pais e mediante apresentação de "receita médica”.  Com a decisão, Mato Grosso integrará o rol de outros 15 estados que não exigirão receita médica. São eles: Acre, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, São Paulo e Sergipe. Os outros estados ainda não se manifestaram sobre a possível exigência.   O imunizante Pfizer foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em crianças entre os 5 anos e 11 anos, após aval de representantes de cinco sociedade médicas.  Em carta às crianças, divulgada no dia 24 de dezembro, o presidente do Conass, Carlos Lula, afirmou que "não será necessário nenhum documento de médico recomendando que tomem a vacina". O ministro da Saú...

MT diz que não vai exigir receita médica para vacinar crianças
Mato Grosso é um dos estados que decidiram não exigir prescrição médica para aplicar a vacina contra a Covid-19 em crianças a partir de 5 anos.  Quer ficar bem informado em tempo real? Entre no nosso grupo e receba todas as noticias (ACESSE AQUI). A confirmação foi feita pelo secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo, que seguirá a recomendação do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).  É que o presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar a apoiadores que – a depender dele – a vacinação em crianças só deverá ocorrer com autorização dos pais e mediante apresentação de "receita médica”.  Com a decisão, Mato Grosso integrará o rol de outros 15 estados que não exigirão receita médica. São eles: Acre, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, São Paulo e Sergipe. Os outros estados ainda não se manifestaram sobre a possível exigência.   O imunizante Pfizer foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em crianças entre os 5 anos e 11 anos, após aval de representantes de cinco sociedade médicas.  Em carta às crianças, divulgada no dia 24 de dezembro, o presidente do Conass, Carlos Lula, afirmou que "não será necessário nenhum documento de médico recomendando que tomem a vacina". O ministro da Saú...