Terça, 20 Setembro 2016 21:17

Uber indenizará americanos por não passar valor de gorjetas a motoristas

Motorista do Uber dirige em São Francisco, nos Estados Unidos (Foto: REUTERS/Robert Galbraith)

A Justiça dos Estados Unidos autorizou o Uber a selar um acordo com clientes que a

processavam por cobrar gorjetas de 20% do valor das corridas e não repassar todo o dinheiro aos motoristas, informou a “Bloomberg” nesta quinta-feira (15).

O aval foi dado por Edward Chen, juiz do Distrito de San Francisco (Califórnia), nesta quarta-feira (14). O Uber propôs pagar US$ 384 mil aos 47 mil usuários lesados.

Segundo esse grupo de passageiros, o Uber informou durante um ano que cobraria gorjetas de 20% sobre o preço das viagens. Só que a empresa não esclarecia que esses valores não eram repassados integralmente aos motoristas. Eles ficavam com fatias que variavam entre 40% e 50% do montante, segundo a ação judicial.

Ainda de acordo com o texto, o Uber arrecadou US$ 860 mil com ação. A indenização aos consumidores cobriria os valores que não chegaram aos bolsos dos motoristas.

 

Ler 38 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.