×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 311

Terça, 20 Setembro 2016 00:12

Fora do lugar comum, Selma Egrei foi um dos grandesdestaques de "Velho Chico

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

A saga de Encarnação, vivida por , terminou nesta segunda-feira (19) em “Velho Chico”. A personagem morreu em uma cena comovente: dançou uma valsa, sentou-se para descansar e não levantou mais.

Todos os personagens, mesmo os da família inimiga, compareceram ao seu enterro e lamentaram a morte da matriarca da família Sá Ribeiro.

 

Montagem/Divulgação/Globo
Selma Egrei brilhou em "Velho Chico"

A personagem de tinha tudo para virar uma espécie de caricatura, uma bruxa rancorosa de desenho animado. Entretanto, a atuação impecável da atriz e o excelente texto a fizeram uma das personagens mais interessantes da novela, e Encarnação, que poderia ser uma das grandes vilãs da novela, virou uma de suas personagens mais queridas.

 

Uma das únicas personagens que permaneceu em ambas as fases da novela , ao lado de padre Romão (, que faleceu antes de terminar a novela) e Chico Criatura (, Encarnação esteve diante do público em todos os momentos e foi um dos grandes eixos da história. Uma senhora amarga e infeliz, ela nunca superou a morte de seu filho Inácio e com o passar do tempo passou a desejar apenas poder se juntar a ele mais uma vez. Encarnação fez coisas horríveis e movimentou a trama em diversos momentos – por conta dela, o capitão Ernesto Rosa () foi assassinado e seu filho se transformou em um homem cruel e duro para impressiona-la.

Encarnação morreu no capítulo desta segunda-feira (19)
Renato Rocha Miranda/TV Globo
Encarnação morreu no capítulo desta segunda-feira (19)

Entretanto, a personagem manteve grande dubiedade ao longo da trama. Tudo que a centenária vivida por Selma Egrei fez foi em nome de sua família, que ela sempre protegeu acima de tudo e de todos. Ela foi aos limites da loucura para defender o nome dos Sá Ribeiro e lutou com unhas e dentes para manter a família unida. Por ironia do destino, ou até mesmo castigo, foram justamente as atitudes de Encarnação, que tanto amava seus descentes, que acabaram causando a infelicidade de todos. Entretanto, o sofrimento da personagem mostrava que ela agiu por impulso e por emoção, e que apesar de ter vivido cem anos, foram cem anos de extrema infelicidade.

 

Tudo isto tornou Encarnação uma das personagens mais complexas de “Velho Chico” e tantas nuances garantiram a ela o perdão não apenas dos personagens da trama, mas também do público, que ao invés de rejeitar a personagem como uma “senhora reclamona”, se compadeceu com sua dor.

Encarnação também teve algumas das cenas mais marcantes e antológicas da novela – toda a sequência na qual a personagem vai até a fazenda de Piedade () para pedir perdão foi primorosa – algo que também é mérito da direção da novela, que soube direcionar a personagem para o caminho certo

Enorme talento

Claro que tudo isso não seria possível se Encarnação não tivesse sido assumida por uma grande atriz, e esse foi exatamente o caso. Selma Egrei, que sempre teve papéis mais coadjuvantes na TV, fez seu primeiro papel de grande destaque na TV, e mostrou todo o seu enorme talento, brilhando muito do começo ao fim. Conseguiu imprimir em sua personagem todo o rancor e firmeza que ela precisava, ao mesmo tempo garantindo que ela esboçasse muita humanidade, logo na primeira fase.

 

Em uma das sequências mais emocionantes da novela, Encarnação se esforça para chegar à fazenda de Piedade para pedir seu perdão
Reprodução/TV Globo
Em uma das sequências mais emocionantes da novela, Encarnação se esforça para chegar à fazenda de Piedade para pedir seu perdão

Mas foi na segunda fase que a atriz esbanjou todo o seu talento. A personagem teve que viver uma centenária, ou seja, precisou envelhecer quase 40 anos. Mais do que isso, ela ainda precisava atuar como mãe de Antonio Fagundes, que na vida real é apenas um mês mais novo do que ela. Mesmo com a maquiagem e caraterização, tinha tudo para esta situação ficar inverossímil.

 

Mas Selma Egrei soube mais uma vez fazer com que tudo parecesse realidade. Curvou as costas, mudou a voz e começou a andar de bengala. A atriz se transformou realmente em outra pessoa, e passou veracidade em todos os momentos, mesmo quando adotou tons mais excêntricos. A atriz merece todos os elogios pela composição de sal personagem, que com certeza foi uma das melhores de toda “Velho Chico”.

Ler 37 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.