Imprimir esta página
Segunda, 20 Agosto 2018 08:27

Jogadores são expulsos de time após se envolverem em escândalo de prostituição

Avalie este item
(0 votos)
Jogadores do Japão já deixaram a Indonésia após serem expulsos por escândalo de prostituição
Reprodução / AP
Jogadores do Japão já deixaram a Indonésia após serem expulsos por escândalo de prostituição

Quatro

jogadores da seleção japonesa de basquete que disputa os Jogos Asiáticos na cidade de Jacarta, na Indonésia, foram expulsos da equipe nesta semana, segundo informou o Comitê Olímpico Japonês.

A entidade revelou que os jogadores contrataram prostitutas em meio à competição, o que é proibido pelas regras do país. São eles Yuya Nagayoshi, Takuya Hashimoto, Takuma Sato e Keita Imamura.

Os atletas foram vistos na última quarta-feira à noite em um famoso bairro de prostituição de Jacarta, com as roupas da equipe nacional. As autoridades esportivas ordenaram a saída imediata dos quatro da concentração.

A notícia com o escândalo de prostituição e a consequente expulsão dos atletas significa uma grande vergonha para o Japão.

Vale lembrar que nos Jogos Asiáticos de 2014, que aconteceu na Coreia do Sul, o Comitê Japonês se viu obrigado a retirar da competição um nadador que roubou a câmera de um jornalista.

"Me sinto envergonhado", disse o diretor da delegação japonesa, Yasuhiro Yamashita, ao pedir desculpas aos torcedores e a seu país.

"Gostaria de pedir, humildemente, desculpas ao povo japonês, ao Comitê Olímpico do Japão e a todos que apoiam o basquete por este incidente deplorável. Decidiremos a punição apropriada para os quatro jogadores depois de ouvir todos os fatos. Temos que trabalhar mais para garantir que este tipo de escândalo não volte a acontecer", comentou o presidente da Confederação de Basquete do Japão, Yuko Mitsuya.

Desde sábado, a Indonésia recebe quase 16 mil jogadores e atletas de 45 países asiáticos nas cidades de Jacarta e Palembang, que sediam a edição de 2018 dos Jogos Asiáticos.


Ler 196 vezes