Sexta, 03 Mai 2019 10:46

Dia das Mães começa a aquecer o movimento no comércio de Macapá


Comerciantes buscam formas de incentivar clientela e oferecem descontos a pouco mais de uma semana da data, celebrada no domingo (12). Loja de artigos de presente aposta em produtos
personalizados para o Dia das Mães Ugor Feio/G1 O Dia das Mães começou a movimentar o centro comercial de Macapá. Segundo os comerciantes, a data, comemorada no domingo (12), é a segunda mais importante do ano e só perde para o Natal em relação as vendas no varejo. Vendedora da loja de artigos de presentes, Elisabete Lopes, de 25 anos, conta que a expectativa das vendas é grande. Ela detalha que a maior procura é por produtos personalizados e já começou a oferecer 30% de desconto nos itens temáticos que fazem alusão à data, para atrair a clientela. "Depois do Natal, o momento mais aguardado do ano é esse. As pessoas querem homenagear às mães de forma personalizada e pesquisam bastante antes de fechar uma compra.or isso já estamos com descontos na loja para aumentar as vendas", detalhou. Elisabete Lopes é vendedora em uma loja de artigo de presentes que aposta em produtos personalizados Ugor Feio/G1 Apesar do aquecimento nas vendas, nem todos os comerciantes estão satisfeitos com o movimento. A gerente de uma loja de calçados femininos, Larissa Avelar, de 23 anos, argumenta que esperava uma procura maior para a data. "Essa semana não foi muito bem, mas esperamos que as vendas melhorem até o domingo de Dia das Mães. Esperamos vender cerca de R$ 9 mil durante a semana toda. O que não é um valor tão bom, esperamos superar essas expectativas", argumentou. Larissa Avelar é gerente de uma loja de calçados femininos e esperava uma procura maior para a data Ugor Feio/G1 Já para a vendedora confecções femininos, Vera Ribeiro, de 36 anos, para incentivar às vendas vale tudo. Ela tem planos para a comemoração da data na loja em que trabalha, que incluem decoração especial e café da manhã, no domingo (12). Já para a vendedora da loja de confecções femininas, Vera Ribeiro, de 36 anos, para incentivar às vendas vale tudo. Ela tem planos para a comemoração da data no local em que trabalha, que incluem decoração especial e café da manhã. "Queremos motivar o cliente a comprarem mais. Vamos decorar a loja e fazer um café da manhã especial no domingo, estamos definido ainda se vamos abrir em um horário diferenciado, vai depender da procura", explicou. Vera Ribeiro, busca formas de incentivar os clientes a gastar mais Ugor Feio/G1 O pequeno Arthur Almeida, de apenas 7 anos, conta que vai recorrer ao cartão do pai para comprar o presente da Rosiane Araújo, mãe dele. "Eu não tenho dinheiro, mas vou pedir o cartão do meu pai para comprar os presentes para a mamãe. Quero comprar para ela um vestido e um sapato novo, os mais bonitos que encontrar, ela merece", disse animado. Arthur Almeida e a mãe Rosiane Araújo fazem compras no Centro Comercial Ugor Feio/G1 Para ler mais notícias do estado, acesse o G1 Amapá.
Ler 36 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.