Imprimir esta página
Sexta, 14 Agosto 2020 18:54

Cem novos profissionais recebem curso para integração à Moura Tapajóz

Foto: Semsa / Divulgação

Com o objetivo de reforçar as boas práticas no parto e no nascimento, as normas e rotinas da maternidade, a importância da prática da amamentação e os

protocolos de atendimento às vítimas de violência sexual, a maternidade Dr. Moura Tapajóz (MMT), da Prefeitura de Manaus, iniciou nesta sexta-feira, 14/8, o curso para integração de cem novos profissionais de Saúde, entre técnicos de Enfermagem, enfermeiros, fisioterapeutas e um médico radiologista.

Parte desses profissionais é advinda da equipe cadastrada na estratégia “O Brasil Conta Comigo”, do Ministério da Saúde (MS), que veio a Manaus para o enfrentamento à Covid-19, e parte veio da equipe contratada emergencialmente pela prefeitura para reorganizar sua rede de serviços e seus processos de trabalho, de modo a evitar que a pandemia pelo novo coronavírus tivesse proporções ainda maiores na cidade de Manaus.

“Sabemos da importância de promover a integração desses novos profissionais à estrutura da maternidade Dr. Moura Tapajóz e de fazê-los conhecer não só nossa estrutura organizacional, como também todos os protocolos que utilizamos no cuidado com as mães e com os bebês”, destacou a diretora da MMT, Núbia Cruz.

Em razão da pandemia e a fim de evitar aglomerações, a integração será realizada, quase em sua totalidade, virtualmente, com a disponibilização de vídeos informativos e a realização de reuniões e avaliações on-line. Nesta sexta-feira, os cursos, que seguirão por todo mês de agosto, começaram com a apresentação do Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (Savvis) aos profissionais.

O treinamento abordou desde as noções mais básicas, como a parte conceitual do estupro, estupro de vulnerável e exploração sexual e danos primários e secundários da violência sexual, até as condutas mais complexas para evitar consequências para vítima em curto, médio e longo prazo.

“A violência sexual é um tema muito sensível e muito complexo e, infelizmente, devemos estar sempre preparados para as mais diversas situações, nos atualizando constantemente sobre novos procedimentos e protocolos”, explicou a enfermeira Glenda Amorim, responsável técnica pelo Setor de Educação Continuada e Permanente da MMT.

A rede de serviços do Savvis, da Prefeitura de Manaus, atende casos agudos e crônicos de violência sexual em regime de plantão, 24 horas por dia, sete dias por semana. O serviço é formado por uma equipe multiprofissional (médico, enfermeiro, psicólogo e assistente social) especialmente preparada para o atendimento prioritário e reservado, inclusive com leitos específicos em enfermaria em casos que se mostre necessária a internação. A orientação é de que o atendimento ocorra em até 72 horas do fato ocorrido.

Comentarios

Ler 12 vezes