Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Sábado, 25 Julho 2020 20:00

O turismo pode ser a base de um bem-sucedido futuro verde

“O turismo pode ser a base de um bem-sucedido futuro verde”, defendeu a comissária europeia de Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, que ressaltou o “papel crucial” do setor para

as economias de Espanha e Portugal durante a sua participação no fórum EURAGORA.

“O turismo é um setor chave para os nossos países”, mas também para a Europa, daí o grande esforço do bloco comunitário por recuperar a atividade, ressaltou Ferreira no segundo e último dia do fórum EURAGORA, organizado pelas agências EFE e Lusa no marco do programa Stars4Media, cofinanciado pela Comissão Europeia.

Os planos iniciais de recuperação -“pilares do relançamento europeu”, disse Ferreira- somam mais de 100.000 milhões de euros e terão um importante impacto no setor turístico, recordou a comissária portuguesa na segunda sessão do EURAGORA, intitulada “Desafios e oportunidades depois da pandemia para o turismo de sol e praia, urbano e cultural, e ecológico e rural”, que foi gravada a 13 de julho e emitida esta quinta-feira.

O turismo, disse, era associado no passado “a perfis baixos e baixos salários”, mas pode ser “um setor com um alto valor acrescentado e uma ampla e profunda carteira de atividades” para resistir a mudanças bruscas.

Entre os seus desafios está o desenvolvimento da capacidade turística nas zonas rurais, que aumentou muito nos últimos anos mas tem ainda uma grande margem de crescimento e deve enfrentar necessidades específicas, como a digitalização ou a qualidade do serviço.

Como demonstração do êxito de iniciativas de turismo rural, Ferreira referiu-se ao Caminho de Santiago, cujo fluxo de visitantes aumentou 20%, o que beneficia tanto a Galiza como outras zonas de Espanha e Portugal.

O turismo também não pode ficar fora da transição rumo a uma economia ecológica e digital, que “não é uma eleição ou opção, é uma obrigação”, afirmou a comissária europeia.

“A longo prazo, vamos todos ter que nos unir a este desafio”, onde “os primeiros terão vantagem”, apontou.

“O turismo é parte essencial da nossa economia, constrói-se sobre o nosso património e o nosso passado, mas pode ser a base de um bem-sucedido futuro verde”, ressaltou.

Projetos como o Moveletur, que convidam a percorrer os parques naturais em veículos e bicicletas elétricas, são um exemplo.

“Apoiamos a diversificação, a construção de uma pasta mais ampla, em especial em zonas rurais, apoiamos a transição ecológica e digital, e o turismo tem oportunidade de liderar esse caminho”, afirmou.

Elisa Ferreira urgiu aos governos nacionais -responsáveis do uso dos fundos europeus- a que “não se demorem” na procura por novos projetos para reativar o setor.

O fórum EURAGORA contou com duas sessões transmitidas nos dias 15 e 16 de julho através de uma plataforma online conjunta e das redes sociais da EFE e da Lusa, numa associação pioneira criada no contexto do programa piloto europeu Stars4Media.

Este programa, cofinanciado pela Comissão Europeia, tem o objetivo de apoiar a inovação no setor dos meios de comunicação através da formação dos seus profissionais e da cooperação transfronteiriça dentro da União Europeia.

Esta iniciativa é apoiada pelo programa piloto Stars4Media

Ler 8 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.