Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Quarta, 23 Setembro 2020 09:47

Greve termina e funcionários dos Correios voltam ao trabalho na Zona da Mata e Vertentes


Fim da paralisação, que durou 35 dias, foi decidido durante assembleias realizadas na noite desta terça-feira (22). O G1 entrou em contato com estatal. Funcionários dos Correios durante
a greve nacional em Juiz de Fora Correios/Divulgação Os trabalhadores dos Correios dos municípios da Zona da Mata e Campo das Vertentes voltaram a trabalhar após uma greve nacional que durou 35 dias. A informação foi confirmada ao G1 nesta quarta-feira (23) pelo Sindicato dos Trabalhadores nos Correios em Juiz de Fora (Sintect/JFA), que atende mais de 120 cidades das regiões. O fim da paralisação foi decidido durante assembleias realizadas na noite desta terça-feira (22) após determinação do Tribunal Superior do Trabalho de que a classe deveria retornar. Na ocasião, o Tribunal Superior do Trabalho aprovou um reajuste de 2,6% para os funcionários. A maioria do tribunal também decidiu que a greve, iniciada no dia 17 de agosto, não foi abusiva. Com isso, metade dos dias não trabalhados será descontada do salário dos empregados. Já a outra deverá ser compensada. Sindicatos acatam decisão judicial e decretam fim da greve dos Correios O G1 entrou em contato com os Correios para demais informações e aguarda retorno. Greve De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a greve foi deflagrada depois que os trabalhadores foram surpreendidos com a revogação do atual Acordo Coletivo, que estaria em vigência até 2021. Em agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a decisão do então presidente da Corte, Dias Toffoli, e suspendeu 70 das 79 cláusulas do acordo coletivo de trabalho dos trabalhadores dos Correios. Durante a paralisação, os trabalhadores alegaram ainda que são contra a possível privatização da estatal e que há "negligência com a saúde dos trabalhadores" na pandemia de Covid-19.
Ler 44 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.