Big Banner Hospedagem de Site 1360x150
Sexta, 03 Mai 2019 15:15

Comerciantes reclamam de pedidos de mudanças nos acessos às margens da Fernão Dias


Segundo proprietários, concessionária que administra a rodovia notificou comércios sobre a necessidade de adequações. Comerciantes reclamam de pedidos de mudanças nos acessos às margens da Fernão Dias As notificações
enviadas pela Arteris, concessionária que administra a Rodovia Fernão Dias, têm gerado reclamações de comerciantes no Sul de Minas. A recomendação é que sejam feitas adequações nos acessos da rodovia aos estabelecimentos. No entanto, muitos comerciantes alegam que não têm condições para cumprir todas as exigências. Um dos proprietários recebeu a notificação há três semanas. “Não tem condição de fazer o projeto que eles querem. De R$ 20 mil, tem que ser eles fazer, não pode outro fazer. Vamos ter que fechar e vai todo mundo pra rua”, reclama João Alípio Sobrinho. Além de João, pelo menos outros 36 comerciantes ao longo da Fernão Dias foram notificados. Segundo a concessionária, a regularização dos acessos tem o objetivo de dar mais segurança aos usuários da pista. A Arteris alega que os acessos foram feitos de forma precária, sem obedecer parâmetros de qualidade. Apesar do interesse em cumprir as exigências, os comerciantes reclamam do valor das obras, que podem chegar a R$ 300 mil. Outro comerciante já tinha investido R$ 200 mil em um projeto feito por um engenheiro cadastrado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres. O projeto foi aprovado pela concessionária há cinco anos. No entanto, Adalto Tertuliano acaba de receber uma nova notificação, que aponta irregularidades na obra. Arteris solicitou que comerciantes regularizem acessos na Fernão Dias Reprodução/EPTV “Eles gastaram cinco anos para virem reclamar comigo. Nesses cinco anos, o contrato que eu tinha com a empreiteira que eu arrumei foi cancelado, porque passou o prazo. Então eu não tenho como levar mais”, explica. Um fazendeiro, resposável por um dos acessos, decidiu entrar com um pedido judicial contra a concessionária. “A concessionária não arrumou esse tipo de coisa. Todas as entradas que tem e sempre tiveram na Fernão Dias não foram resolvidas por ela. Se é uma coisa de segurança, a primeira coisa que deviam ter feito era isso. Hoje, querem jogar isso nas costas dos comerciantes”, afirma Levi Veiga. O que diz a Arteris Em nota, a Arteris informou que notifica donos de comércios e de acessos particulares e municipais desde 2011, solicitando a regularização. E que, em último caso, os interessados serão acionados judicialmente. A concessionária também afirma que a regularização dos acessos é de interesse exclusivo dos responsáveis e que cada obra tem um prazo de execução, que depende de um projeto aprovado junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres. Comerciantes reclamam de pedidos de mudanças nos acessos às margens da Fernão Dias Reprodução/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Ler 19 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.