Terça, 07 Mai 2019 18:00

Nova Serrana registra mais de 400 casos prováveis de dengue em uma semana; veja outras cidades


Divinópolis, sede da SRS, registrou 351 casos prováveis da doença. Arcos segue liderando entre cidades da região, segundo dados da SES-MG. Dados foram divulgados pela SES-MG nesta terça-feira
(7)Fiocruz/Divulgação Os dados do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgados nesta terça-feira (7) apontam que, em menos de uma semana, Nova Serrana registrou 444 novos casos prováveis de dengue. Foi divulgado também os dados sobre zika e chikungunya nas cidades do Centro-Oeste de Minas. No último boletim divulgado pela SES-MG no dia 29 de abril, o município aparecia com 997 casos notificados. Esta semana, o número saltou para 1.441 casos. O boletim da SES-MG contém dados de casos notificados pelos municípios à secretaria até a quinta-feira anterior à sua divulgação. Na tarde desta segunda-feira (6), o Município informou que suspendeu temporariamente o trabalho do carro fumacê na cidade e não deu um prazo para que o serviço volte a ser realizado. Na ocasião, a secretária Municipal de Saúde, Gláucia Sbampato, afirmou que entre os dias 29 de abril e 2 de maio foram realizados 1.895 atendimentos a pacientes com suspeita de dengue na Policlínica, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e nos Postos de Saúde da Família (PSFs) da cidade. Já Divinópolis, cidade sede da Superintendência Regional de Saúde (SRS) da região, registrou 351 novos casos prováveis da doença entre o dia 29 de abril e esta terça-feira: no último levantamento, eram 851 casos prováveis. Neste, foram 1.202. Arcos, por sua vez, segue liderando o número de casos entre os municípios da região, com 2.893 casos prováveis da doença – em menos de uma semana, foram 139 novos registros. Tanto Arcos, quanto Divinópolis e Nova Serrana, têm uma taxa de incidência considerada muito alta para a doença. A taxa de incidência da doença considera não apenas o número absoluto de casos prováveis (entre suspeitos e sob investigação), mas também a proporcionalidade dos casos em relação ao tamanho da população de um determinado município. Ao todo, os 54 municípios que integram a SRS registraram 13.301 casos prováveis no ano. O G1 procurou as Prefeituras de Divinópolis, Nova Serrana e Arcos para falar sobre o assunto e aguarda retorno. Confira abaixo o número de casos notificados nos municípios com incidência considerada muito alta na região: Casos prováveis de dengue na região - Incidência 'Muita Alta' Mortes por dengue Conforme os dados da SES-MG, até o momento, foram confirmados 25 mortes por dengue em Minas Gerais. Destas, nove foram confirmadas em Betim, oito em Uberlândia, duas em Unaí, duas em Contagem, uma em Paracatu, uma em Ibirité e uma em Arcos. Outros 66 óbitos estão sob investigação. Dentre os casos de morte por dengue investigados pela SES-MG, está a morte de um homem, de 37 anos, que estava internado em um hospital de Lagoa da Prata e faleceu no último dia 18 de abril. Em Divinópolis, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) informou no dia 23 de abril que duas mortes por dengue foram confirmadas na cidade. As vítimas são uma idosa, de 69 anos, e um idoso, de 67 anos. Contudo, as mortes não constam no boletim da SES-MG divulgado nesta segunda-feira. Chikungunya Na região, foram registrados 69 casos prováveis de chikungunya no ano. No dia 29, eram 44 casos – um aumento de 56,81% em menos de uma semana. Em todo o estado, foram registrados 1.587 casos prováveis da doença no ano até o momento. Deste total, 48 foram registrados em gestantes, segundo a SES-MG. Casos prováveis de chikungunya na região Zika O número de casos prováveis de zika cresceu 47% nas cidades do Centro-Oeste de Minas entre o último balanço da SES-MG e o divulgado nesta terça-feira: de 27 casos prováveis no dia 29, o número saltou para 47. Em Minas Gerais, foram registrados 650 casos prováveis da doença no ano sendo que, destes, 201 foram em gestantes. Casos prováveis de zika na região
Ler 27 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.