Imprimir esta página
Domingo, 31 Mai 2020 15:00

Lacen recebe equipamentos para aumentar diagnósticos da Covid-19


Materiais foram doados pela Embrapa Pesca e Aquicultura. Desde o início da pandemia, órgãos e entidades fizeram doações para ajudar no combate à pandemia. Lacen recebe da Embrapa
materiais que ajudarão nos diagnósticos da Covid-19 Divulgação/Secretaria Estadual da Saúde O Laboratório Central do Tocantins (Lacen) recebeu vários equipamentos que vão ajudar na ampliação da testagem para o diagnóstico da Covid-19. Os materiais foram doados pela Embrapa Pesca e Aquicultura. Foram entregues uma centrífuga e insumos, como álcool etílico absoluto, 12 mil ponteiras para análises de PCR, swabs (coletores de amostra) estéreis, tubos falcon (usados na análise de PCR) e pipetas. “Além do equipamento a Embrapa em Palmas se colocou a disposição para colaborar no processamento dos exames de RT-PCR para a Covid-19 e doou insumos que utilizamos na confecção de kits para coletas de RT-PCR e nas análises do laboratório”, explicou a diretora do Lacen, Jucimária Dantas Galvão. O Laboratório da Embrapa também poderá ser utilizado na realização de exames para amplificação e detecção do novo Coronavírus, caso necessário e após certificação oficial do Lacen. Desde o início da pandemia, órgão e entidades têm contribuído para o aumento de testagem feita no estado. No mês passado, o Lacen recebeu 15 mil testes rápidos contra a Covid-19, que foram comprados pelo Tribunal de Justiça do Tocantins. O material foi enviado para ser usado pelas Secretarias de Saúde e pelo Sistema Penitenciário. Uma parceria também foi firmada entre a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e o laboratório para a realização de exames. A intenção é fazer mais testes e dar agilidade aos resultados principalmente em Araguaína, cidade com mais casos confirmados da doença. A UFT informou que, após uma reunião realizada na última terça-feira (26), além de traçar estratégias para o combate da pandemia no estado, solicitou a compra de reagentes e insumos necessários para a realização dos exames. Outros equipamentos como de RT-PCR, freezer-80 e cabines de proteção biológica também devem ser adquiridos. A Universidade informou também que vai solicitar o cadastro dos laboratórios de pesquisa dos campus de Araguaína, Palmas e Gurupi para a realização dos exames com a metodologia RT-PCR. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Ler 23 vezes