Big Banner Hospedagem de Site 1360x150

Educação

Quinta, 29 Outubro 2020 13:02

Prêmio de economia criativa distribuirá R$ 100 mil em cada estado do Nordeste

Avalie este item
(0 votos)

Segundo Antônio Campos, presidente da Fundaj, a intenção do prêmio é incentivar soluções para melhorar a vida da sociedade. Ministro da Educação lança prêmio para incentivar projetos de economia
criativa O Prêmio Delmiro Gouveia de Economia Criativa foi lançado nesta quarta (28) na sede da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), no Recife. Serão distribuídos R$ 900 mil aos nove estados do Nordeste, sendo R$ 100 mil para cada um deles para projetos de caráter criativo e inovador, levando em conta critérios como baixo custo e a quantidade de beneficiados (veja vídeo acima). Segundo Antônio Campos, presidente da Fundaj, a intenção do prêmio é incentivar soluções criativas para melhorar a vida da sociedade. “Esse prêmio visa prestigiar iniciativas em economia criativa que possam, com baixo custo, ajudar a vida dos nordestinos e brasileiros, neste quinhão do Brasil. A economia criativa é um dos desenvolvimentos principais do Nordeste. É impossível pensar o Nordeste sem sua criatividade, e o nordestino sem sua resistência, resiliência. Da gastronomia à produção de softwares, do artesanato a música”, afirmou Antônio Campos. O ministro da Educação, Milton Ribeiro, durante cerimônia de lançamento de prêmio de economia criativa Pedro Alves/G1 PE A estimativa é de que, no mínimo, sejam contempladas 90 iniciativas. Este presente na cerimônia o ministro Milton Ribeiro, que fez discurso. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas via formulário, disponível no site fundaj.gov.br, até 9 de novembro. Cada proponente pode inscrever quantos projetos desejar, mas somente um deles poderá ser contemplado. Para concorrer, o candidato deve ser maior de 18 anos, brasileiro nato ou naturalizado. Para pessoa jurídica, a única restrição é para a natureza governamental, sendo possível que desde instituições privadas a ONGs participem. O edital, disponível na internet, também contemplará diversos outros segmentos da economia criativa. Audiovisual, produtos tecnológicos de interesse cultural, espetáculos de arte, iniciativas relacionadas ao patrimônio material e estão entre as categorias contempladas. Cursos de Economia Criativa e Empreendedorismo Cultural também estão previstos no prêmio. A divulgação do resultado final será publicada no Diário Oficial da União e no site e canais da Instituição e do Ministério da Educação, no dia 4 de dezembro. Os vencedores terão do dia 8 a 31 de dezembro para a emissão do empenho. O secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto, afirmou que a escolha do nome de Demiro Gouveia, empreendedor cearense que morreu no início do século 20, representa um reconhecimento do caráter inovador dos nordestinos. “Nós somos uma referência em que a cana-de-açúcar conheceu o massapê e esse encontro tem criatividade e inovação. Foi a partir de experimentos desenvolvidos aqui no nosso estado que a gente financiou, durante 300 anos, o projeto de país”, afirmou o secretário. Vídeos mais vistos do G1 nos últimos 7 dias
Ler 27 vezes Última modificação em Quinta, 29 Outubro 2020 13:31

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.