Quarta, 21 Março 2018 15:50

Fotógrafo francês cria quebra-cabeças de cidades brasileiras

Avalie este item
(0 votos)

Pelô, (2016), Salvador (Jean-François Rauzier/Divulgação)

Um quebra-cabeça que transforma paisagens e flerta com a saturação de informações. Essa é uma das possíveis descrições das obras de Jean-François Rauzier, em cartaz

em Hiperfoto – Brasil, no piso Caio Graco, no (CCSP). A mostra traz sessenta trabalhos do francês. São fotografias e vídeos em que ele utiliza a manipulação digital. Outro artifício usado comumente por ele é a sobreposição.

As obras que Rauzier exibe foram produzidas no Brasil nos últimos três anos. Tem como foco as cidades de , Rio de Janeiro, Brasília e Salvador. Na capital paulista, ele voltou suas lentes para a arquitetura, o cotidiano e as contradições que brotam a cada esquina. Da imersão que ocorreu em 2017, brotou uma impressão particular.

  • 1. 25242974217_28af1979c7_z
    <span>Escadaria Selarón</span>

    1/5Escadaria Selarón(Jean-François Rauzier/Divulgação)

  • 2. 39403193374_3443793faf_z
    <span>Passagem Literária da Consolação, </span><span>2017</span>

    2/5Passagem Literária da Consolação, 2017(Jean-François Rauzier/Divulgação)

  • 3. 26241255118_ff83f225d4_z
    A imagem do Cristo Redentor se funde com o mosaico de casas

    3/5 A imagem do Cristo Redentor se funde com o mosaico de casas (Jean-François Rauzier/Divulgação)

  • 4. 25243096017_076c071a4e_z
    <span>Planalto (2015)</span>

    4/5Planalto (2015)(Jean-François Rauzier/Divulgação)

  • 5. 40115085561_09d916ddd4_z
    <span>Arte Rua SP 3, 2017</span>

    5/5Arte Rua SP 3, 2017(Jean-François Rauzier/Divulgação)

“Sem dúvida nenhuma, São Paulo é a metrópole latino-americana que mais se aproxima de Nova York, se dividindo em dois bastante distintos: se por um lado temos casas e mansões construídas desde o século XIX, do outro, encontramos edifícios monumentais no estilo concretista do pós-guerra”, afirma.

A exposição Hiperfoto – Brasil tem curadoria do também francês Marc Pottier. O horário de visitação é terça a sexta, das 10h às 20h; sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h. O período de visitação vai até 6 de maio e a entrada é grátis. 

Ler 41 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.