Big Banner Hospedagem de Site 1360x150

Trechos da BR-364 e BR-365 no Triângulo Mineiro serão privatizados

Terça, 20 Setembro 2016 19:10

Trechos da BR-364 e BR-365 no Triângulo Mineiro serão privatizados

Previsão é que valor de pedágio seja de R$ 13,46
(Foto: Reprodução/ TV Integração)

O trecho das rodovias federais BR-364 e BR-365 que passa por Uberlândia e liga Minas

Gerais a Goiás serão privatizados e duplicados. O Governo Federal anunciou que a ação tem o objetivo de ampliar os investimentos para reaquecer a economia, em recessão, e estimular a criação de empregos.

De acordo com os estudos realizados pela empresa Global de Projetos, a tarifa máxima do pedágio para motoristas após a privatização será de R$ 13,46 a cada 100 quilômetros rodados, o trecho total tem extensão de 437 km. Nos primeiros cinco anos a concessionária escolhida após licitação deverá duplicar 30% do trecho.

O G1 entrou em contato com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e aguarda mais detalhes sobre a privatização.

Outras privatizações
Além das duas rodovias o governo Michel Temer anunciou a concessão ou venda de projetos nas áreas de energia, aeroportos, portos, ferrovias e mineração. Os primeiros editais devem ser publicados até o fim de 2016. Os leilões estão previstos para começar no primeiro semestre de 2017.

Nem tudo é novo. No caso dos aeroportos e rodovias, o governo Temer está relançando projetos já anunciados pela ex-presidente Dilma. Essa deve ser uma importante fonte de recursos para os cofres públicos. No geral, vai ganhar o leilão a empresa que pagar mais pelo direito de explorar o serviço, e não a empresa que cobrar tarifa menor do consumidor.

 Obras BR-365
Está prevista para dezembro a conclusão das obras no perímetro urbano da BR-365 em Uberlândia. Após ação ajuizada pelo Ministério Público Federal em julho pedindo a retomada imediata pelo risco de acidente, o Dnit definiu o prazo final.

As obras são de construção das passagens inferiores das ruas Alagoas e Claudemiro José Barbosa, que liga os bairros Brasil e Marta Helena. O trabalho teve início em 2014 e foi paralisado definitivamente em setembro de 2015 depois que a construtora abandonou alegando problemas técnicos e necessidade de aumentar os recursos.

Desde então, o trânsito no trecho que dá acesso à saída para várias cidades da região, como Araguari, Ituiutaba e Patrocínio, foi desviado pelas marginais. Pelo menos dois acidentes com mortes já foram registrados, um em julho de 2015 e outro em abril de 2016.

 

Ler 70 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.