Fugitivo quebra telhado de casa para furtar, é flagrado e acaba preso em RR

Terça, 20 Setembro 2016 19:29

<div>Campanha de 'multivacinação' tem início na Zona Rural de Manaus</div>

Atendimento ocorreu em UBS da comunidade (Foto: Divulgação/Semsa)

A Campanha Nacional de Multivacinação para a população ribeirinha começou nesta quarta-feira (21). O início da ação ocorreu na Comunidade Agrovila Amazonino

Mendes, na Zona Rural de Manaus. A Campanha, que visa resgatar a população não vacinada ou com esquemas incompletos e assim manter controladas, eliminadas ou erradicadas doenças imunopreveníveis segue até 30 de setembro.

A Unidade Básica de Saúde da comunidade recebeu dezenas de crianças e adolescentes, público-alvo prioritário, que compareceram com os pais para atualizar a caderneta de vacinação. “Nós teremos o ‘Dia D’, mas como essa e outras comunidades estão mais distantes e demandam uma logística grande, a gente realiza esta abertura da campanha aqui”, explicou o gerente do Distrito de Saúde Rural, Raimar Carvalho, por nota.
 

O 'Dia D' da zona urbana - que irá contar com a mobilização de 4,5 mil profissionais - ocorre no próximo sábado (24) na UBS Theodomiro Garrido, às 9h, na Rua São José, s/nº, bairro Colônia Oliveira Machado. Serão mais de 10 tipos diferentes de doses ofertadas, em 182 salas de vacinas nas unidades de saúde, entre 8h e 17 horas.

As crianças poderão receber as doses da DTP (previne difteria, tétano e coqueluche), Pentavalente (coqueluche, tétano, difteria, hepatite B, haemophilus B), Pneumococcica (pneumonia por pneumococco), Rotavírus (diarréias causadas por rotavírus), Poliomielite (poliomielite), Meningococica (doenças meningocócicas), Febre Amarela (febre amarela), Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra Viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela – conhecida como catapora), Hepatite A (hepatite A), Hepatite B (hepatite B).

Os adolescentes podem receber a dT (contra tétano e difteria) e, assim como as crianças, as doses contra a febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola e hepatite B. Meninas podem se imunizar, ainda, contra o câncer do colo do útero e verrugas genitais por HPV (HPV).

Gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, puérperas (até 45 dias depois do parto), pessoas acima de 60 anos ou mais, portadores de comorbidades e, ainda, professores da rede pública municipal, estadual e particular de ensino podem receber a dose da Influenza (previne a gripe causada por pelos vírus Influenza A (H1N1) e B).

Ler 42 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.