WhatsApp hackeado? O polêmico caso que envolve príncipe saudita e o homem mais rico do mundo

Terça, 20 Setembro 2016 19:29

Penitenciária de Pará de Minas passa a usar scanner corporal para revistas

Equipamento começo a ser utilizado em Pará de
Minas (Foto: Marcelo Sant'Anna/Imprensa MG)

O Complexo Penitenciário Pio Canedo, em Pará de Minas, começou a operar um scanner corporal para

a realização das revistas de visitantes, presos e colaboradores. O equipamento foi alugado na última semana com os recursos de penas de prestação pecuniária recolhidos pela Vara de Execução Criminal (VEC) da comarca e será pago durante um ano em parcelas mensais de R$ 12 mil.

O local onde o equipamento está alocado foi construído pelos detentos, e o serviço elimina  revistas constrangedoras. Além disso, permite que objetos e materiais ilícitos sejam detectados de forma mais eficaz que o procedimento convencional.

Os materiais levados pelos visitantes para os presos, como alimentos, roupas e objetos de uso pessoal, continuam sendo inspecionados na esteira de raios X, que já existe na penitenciária.
O juiz da Vara de Execução Criminal de Pará de Minas, Pedro Câmara Raposo Lopes, disse que a instalação do equipamento é fruto da colaboração entre os servidores da unidade, do Ministério Público (MP) e do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Ele ressaltou que a colocação do scanner acarreta muitos benefícios sob diversos aspectos.

Segundo o magistrado, o aparelho acaba com o sistema tradicional de revistas vexatórias, especialmente em relação às mulheres, e beneficia a todos por meio do reforço da segurança dentro do presídio, pois impede a entrada de drogas, armas e telefones. “O serviço mostra para a comunidade que o dinheiro investido é proveniente da prestação de penas pecuniárias e não dos cofres públicos. Além disso, é importante para as próprias pessoas que cometeram os delitos observar que o dinheiro das penas está sendo utilizado para combater atividades criminosas”, destacou o juiz.

O magistrado ainda ressaltou que deseja executar outras melhorias na penitenciária, como a pintura dos pavilhões e também a instalação de câmeras de segurança para monitorar o entorno do presídio.

 

 

 

Ler 46 vezes

Atendimento ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Suporte ao Cliente:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Depto financeiro:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Publicidade & Propaganda: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Notícias

Vídeos

Guia Comercial

Nossa Empresa

Please publish modules in offcanvas position.