Preço do gás de cozinha chega a R$ 110 em alguns locais de Petrolina

Após o último reajuste, as vendas tiveram queda. Preço do gás de cozinha chega a R$ 110 em Petrolina Reprodução TV Grande Rio Na última semana, a Petrobras subiu em 16% o gás para as distribuidoras. O reajuste já chegou a Petrolina, no Sertão de Pernambuco e agora o produto é encontrado por até R$ 110 no município. Em uma revendedora localizada no Distrito Industrial o produto está custando R$ 108. Antes do reajuste, o botijão de 13 kg saía por R$ 105. "Devido a alta do barril de petróleo, ainda mais com essa guerra entre a Rússia e Ucrânia, acentuando cada vez mais as tensões mundiais, acabam impactando no preço do petróleo e não tem como isso não chegar no consumidor. A Petrobrás produz, mas também importa e acaba comprando mais caro e esse efeito é repassado na ponta", explicou o proprietário da revendedora, Rafael Bruno Fonseca. Em uma outra distribuidora localizada no bairro São Gonçalo, o reajuste do botijão fez o gás de cozinha passar de R$ 100 para R$ 105 à vista. No pagamento a prazo, o valor foi de R$ 105 para R$ 110. Após o último reajuste, as vendas também tiveram uma queda de 20%. "A gente vendia em torno de 100 botijões por dia, hoje a gente vende 80, 75 por dia, é a base da gente" destacou o proprietário da revendedora, Vitor Araújo da Silva. O reajuste do gás de cozinha anunciado pela Petrobrás é de 16,1% para as distribuidoras. O botijão de 13 kg passou de R$ 50,18 para R$ 58,21. Para o consumidor, o valor é um pouco maior. "Com o aumento do preço do petróleo, isso vai impactar obviamente no gás, com pequenas variações entre bairros, mas vamos supor, uma média de R$ 100, deve vir para R$ 105 ou R$ 107 e isso é muito decorrente do processo que nós estamos atravessando da guerra da Rússia com a Ucrânia, uma vez que a Rússia é um dos maiores produtores mundiais de petróleo e gá", ressaltou a economista Mabel Carmona. Vídeos: mais assistidos do Sertão de PE

Preço do gás de cozinha chega a R$ 110 em alguns locais de Petrolina

Após o último reajuste, as vendas tiveram queda. Preço do gás de cozinha chega a R$ 110 em Petrolina Reprodução TV Grande Rio Na última semana, a Petrobras subiu em 16% o gás para as distribuidoras. O reajuste já chegou a Petrolina, no Sertão de Pernambuco e agora o produto é encontrado por até R$ 110 no município. Em uma revendedora localizada no Distrito Industrial o produto está custando R$ 108. Antes do reajuste, o botijão de 13 kg saía por R$ 105. "Devido a alta do barril de petróleo, ainda mais com essa guerra entre a Rússia e Ucrânia, acentuando cada vez mais as tensões mundiais, acabam impactando no preço do petróleo e não tem como isso não chegar no consumidor. A Petrobrás produz, mas também importa e acaba comprando mais caro e esse efeito é repassado na ponta", explicou o proprietário da revendedora, Rafael Bruno Fonseca. Em uma outra distribuidora localizada no bairro São Gonçalo, o reajuste do botijão fez o gás de cozinha passar de R$ 100 para R$ 105 à vista. No pagamento a prazo, o valor foi de R$ 105 para R$ 110. Após o último reajuste, as vendas também tiveram uma queda de 20%. "A gente vendia em torno de 100 botijões por dia, hoje a gente vende 80, 75 por dia, é a base da gente" destacou o proprietário da revendedora, Vitor Araújo da Silva. O reajuste do gás de cozinha anunciado pela Petrobrás é de 16,1% para as distribuidoras. O botijão de 13 kg passou de R$ 50,18 para R$ 58,21. Para o consumidor, o valor é um pouco maior. "Com o aumento do preço do petróleo, isso vai impactar obviamente no gás, com pequenas variações entre bairros, mas vamos supor, uma média de R$ 100, deve vir para R$ 105 ou R$ 107 e isso é muito decorrente do processo que nós estamos atravessando da guerra da Rússia com a Ucrânia, uma vez que a Rússia é um dos maiores produtores mundiais de petróleo e gá", ressaltou a economista Mabel Carmona. Vídeos: mais assistidos do Sertão de PE