Suprema Corte dos EUA deixa de considerar o aborto como um direito constitucional

O principal tribunal americano mudou o entendimento de quase 50 anos sobre o aborto. Cada estado passa a ter o direito de aprovar leis sobre o assunto. Na prática, fazer o procedimento vai ficar mais difícil a partir de agora. Em coletiva, o presidente Joe Biden criticou a decisão dos magistrados.

Suprema Corte dos EUA deixa de considerar o aborto como um direito constitucional
Suprema Corte dos EUA deixa de considerar o aborto como um direito constitucional

O principal tribunal americano mudou o entendimento de quase 50 anos sobre o aborto. Cada estado passa a ter o direito de aprovar leis sobre o assunto. Na prática, fazer o procedimento vai ficar mais difícil a partir de agora. Em coletiva, o presidente Joe Biden criticou a decisão dos magistrados.